Pelo terceiro ano consecutivo os melhores alunos dos 10º, 11º e 12º anos da Escola Secundária da Trofa receberam os Prémios de Mérito Escolar Eurico Ferreira. As médias de 18, 19 e 20 valores fazem sonhar com grandes carreiras em medicina.

No dia em que se celebrou o Dia de Reis, a Escola Secundária da Trofa elogiou as melhores notas conseguidas pelos alunos do Ensino Secundário no ano lectivo 2008/2009.

Carolina Ferreira, Jorge Lopes, Fábio Borges, Tiago Oliveira, Sónia Costa, Mário Fontes, Ana Catarina Borges, Carla Campos e Filipe Pereira foram os homenageados com os Prémios de Mérito Escolar Eurico Ferreira no total de mais de 2700 euros.

Para o empresário Eurico Ferreira o mais importante do prémio “não é o valor monetário”, mas sim “o incentivo que ele pode dar ao aluno”. “É um incentivo e só investindo aqui na escola se pode ter lá fora bons profissionais”, acrescentou.

A iniciativa de oferecer prémios de mérito escolar aos alunos surgiu há três anos. A ideia foi das filhas, mas Eurico Ferreira faz questão de estar presente todos os anos e conhecer aqueles que poderão um dia ser colaboradores da sua empresa, por isso deixa todos os conselhos para que também possam ter sucesso. “Somos uma empresa exigente. E o conselho é que estudem o mais possível, que para serem bons profissionais”, afirmou.

premios-eurico-ferreira-2

O empresário partilhou os seus segredos. Quanto aos alunos, garantiram não ter cartas na manga no que toca às boas notas. Mas todos concordam que sem trabalho não é possível atingir os objectivos a que se propõem, que na grande maioria dos casos é frequentar o curso de medicina. Com médias a oscilar entre os 18 e os 20 valores os nove alunos distinguiram-se dos restantes pelo “trabalho”, “concentração”, “força de vontade” e um “esforço” extra para conseguir atingir os objectivos. Alguns deles já o conseguiram e estão já colocados nas Universidades onde se estuda medicina, outros continuam a caminhada até conseguirem alcançar o que consideram “um sonho”.

Por trás destes alunos estão professores, funcionários e famílias que também têm um papel fundamental na concretização dos sonhos destes jovens. “É um trabalho que espelha também a competência profissional de professores e funcionários e é também um reflexo da dedicação que as famílias prestam aos seus educandos”, frisou José Antunes, presidente do Conselho Executivo da Escola Secundária da Trofa, que é “aberta a toda comunidade”. Prova disso foi a concretização deste protocolo com a empresa Eurico Ferreira há três anos. “O prémio Eurico Ferreira é a expressão prática de que a escola é uma instituição absolutamente aberta à comunidade e que a comunidade reconhece nela essa capacidade de interacção estreita para tornar mais eficazes os hábitos pedagógicos que aqui se praticam”, afirmou.

Às capacidades atribuídas aos alunos, o responsável pela escola acrescentou mais uma: “Esta escola também transmite outra ideia fundamental aos nossos jovens. Para além do optimismo, há auto-estima, o gostarem de si próprios. Se nós não gostarmos de nós próprios nós transmitimos essa ideia aos nossos alunos”.

Considerando estes alunos como “exemplos a seguir”, Teresa Fernandes, vereadora do pelouro da Educação da Câmara Municipal da Trofa, mostrou-se atenta a estas mentes brilhantes que podem levar mais longe o nome do concelho. “É um orgulho para o concelho ter alunos com estas médias e esperamos que eles possam contribuir para o desenvolvimento da Trofa. A Câmara Municipal acompanhará o percurso destes alunos para que eles tenham grandes êxitos profissionais e académicos e espera que eles possam contribuir também para o concelho”, afirmou.

A cerimónia de entrega dos prémios contou ainda com a animação de um grupo de alunos da escola que cantaram aos reis em diferentes línguas.

 

Os resultados do estudo

Fábio Borges

18 anos

Média de 20 valores

Frequenta o 1º ano do Curso de Medicina

 

Tiago Oliveira

17 anos

Média de 19,7 valores

Frequenta o 1ºano do Curso de Medicina

 

Mário Fontes

16 anos

Média de 18,94 valores

Frequenta o 11º ano

 

Ana Carolina Ferreira

16 anos

Média de 19 valores

Frequenta o 11º ano

 

Sónia Costa

16 anos

Média de 18,24 valores

Frequenta o 11º ano

 

Ana Catarina Borges

17 anos

Média de 19 valores

Frequenta o 12º ano

 

Carla Campos

17 anos

Média de 19,12 valores

Frequenta o 12ºano

 

Jorge Lopes

17 anos

Média de 19,29 valores

Frequenta o 12º ano

 

Filipe Pereira

18 anos

Média de 19,50 valores

Frequenta o 1º ano do Curso de Física