quant
Fique ligado

Noticias

Grupo da EMAC expande-se na região do Vouga

Publicado

em

O Grupo Auto Soluções Mobilidade, sediado em Santo Tirso, adquiriu em setembro de 2020 a Garagem da Arrifana e no passado dia 8 de julho foi apresentada apresentou o novo espaço de comercialização de automóveis.

Sediado em Santo Tirso, o GASM é constituído pela EMAC, BL Motor, BL Sport e EMAC Ocasião.

Numa conferência de imprensa com os principais órgãos de comunicação social da área de Entre Douro e Vouga e distritos do Porto e Braga, o Presidente do Conselho de Administração do GASM, Alfredo Barros Leite, deu a conhecer a empresa.

A Garagem de Arrifana é uma marca fundada em 1947, com uma presença relevante na região, tendo sido uma referência nacional no setor automóvel em Portugal.

Pela mão do seu fundador, Armando Amorim, foi sinónimo de seriedade comercial e qualidade no serviço prestado aos seus clientes. Com um passado recente menos positivo que motivaram a intervenção do Grupo Auto Soluções Mobilidade.
Hoje esta dispõe de uma estrutura solida e organizada, com uma equipa motivada e empenhada na reconstrução do seu bom nome. Representa e assiste a totalidade das marcas do grupo Volkswagen na região de Entre Douro e Vouga, tendo inclusivamente inaugurado recentemente um novo stand de vendas da marca SKODA, situado em Santa
Maria da Feira e inaugurado um novo Stand de usados e semi-novos, situado em Arrifana.


O Grupo Auto Soluções Mobilidade teve origem em Santo Tirso em 1984 com a EMAC que representava as marcas Volkswagen e Audi, a relação com a Garagem de Arrifana vem já desse tempo, na medida em que serviu de de modelo e exemplo aquando da construção da EMAC.

A EMAC e a BL Motor foram os primeiros concessionários exclusivos das marcas Volkswagen e Audi em Portugal.
O GASM destaca-se por um modelo de governo fácil e simplificado com uma estrutura ágil e versátil, onde as pessoas são valorizadas na construção de um ambiente saudável que se reflete na satisfação clientes. São exemplo os inúmeros prémios alcançados. Foi a esta estrutura que, pela sua reconhecida eficácia, versatilidade e robustez, em Abril de 2019 foi entregue pelo importador SIVA a representação das marcas do Grupo
Volkswagen na região de Entre o Douro e Vouga, e consequentemente o desafio de recuperar a Garagem de Arrifana.


Hoje, com um total de 14 espaços de exposição de viaturas, 5 Oficinas especializadas, 4 unidades de colisão, 150 técnicos especializados, uma unidade de comunicação exclusiva, uma unidade de apoio ao financiamento e serviços exclusivos, o GASM prevê em ano de
COVID uma faturação superior a 30 milhões de euros.

Publicidade

Durante a apresentação foram disponibilizadas quatro viaturas para test drive, sendo elas o Audi E-tron Sportback, o Volkswagen ID.4, o SEAT
Leon e SKODA Enyaq.

Ao longo do dia, os jornalistas tiveram oportunidade de conduzir
todas as viaturas podendo usufruir das características e funcionalidades das viaturas que neste momento representam o expoente máximo da tecnologia automóvel.

Continuar a ler...
Publicidade

Edição 766

Correio do leitor: O metro que não chega à Trofa

“Muito se tem falado sobre a continuação do metro com destino à Trofa e até à data nada se vislumbra. Tem sido uma miragem!”

Publicado

em

Por

fotomontagem

Muito se tem falado sobre a continuação do metro com destino à Trofa e até à data nada se vislumbra. Tem sido uma miragem! Foi há 20 anos, a 23 de fevereiro de 2002, que o comboio da via estreita atravessou pela última vez a estação da Trofa, sob a promessa de dar lugar ao metro, que nesse ano se estreou no Porto e não avançou para lá da cidade da Maia (ISMAI), até hoje. Este dia deixou má recordação ao Concelho da Trofa, principalmente à freguesia de S. Cristóvão do Muro, como para Santiago de Bougado, pelo apeadeiro de Cedões, e pelo apeadeiro de N.ª Sr.ª das Dores, em S. Martinho de Bougado. Ninguém gosta de evocar este dia, mas é difícil esquecer porque as populações ficaram sem este regular transporte até à Trindade, troço inaugurado pelo então Presidente da República, General Carmona.
A população sente-se revoltada e clama “justiça”, exigindo o que têm direito, para que os sete quilómetros desde a Maia até à cidade da Trofa sejam repostos e assim desapareçam as enormes vegetações que albergam bicharada rastejante a entrar pelas habitações. O povo pensou mudar para melhor, não para pior. Existem opiniões que a verba gasta em desviar o metro do percurso usual, junto ao Jardim Zoológico, para o centro da cidade da Maia e com as duas grandiosas pontes, terminando no (ISMAI), foi a razão para a linha não seguir até à Trofa. Acabaram-se os milhões e os últimos ficaram esquecidos, infelizmente.
Nem toda gente tem carro e quem o utiliza, com a carestia dos combustíveis, o metro era uma ótima alternativa para a população viajar para os seus empregos e estudos. Todos nos lembramos que o comboio em meia hora fazia o trajeto Porto-Muro, sem impedimento das longas filas de veículos e este transporte até atraía novos moradores no Muro, Alvarelhos, Guidões, Santiago de Bougado e S. Martinho. Sem transportes regulares e desajustados, a população local faz correria para cumprir horários. Só lhes resta o carro para chegar ao Porto num calvário de filas.
Se os governantes incentivam as pessoas a andar de transportes públicos e a reduzir os automóveis, não é assim que vão conseguir diminuir o problema da poluição. Se houver metro, parte das pessoas não vão encher a estrada de carros. Agora que chegou a famigerada “bazuca”, é hora de exigir ao Governo e à Área Metropolitana do Porto a reposição da linha em falta, desde o (ISMAI), ao antigo apeadeiro de Nossa Senhora das Dores, lugar privilegiado para os Munícipes tratar dos assuntos na nova Câmara Municipal. É crucial ter neste local transporte para a população a sul da Trofa.
O Sr. Presidente da Câmara deve lutar com todos os trunfos possíveis e em diálogo construtivo como já tem feito. Se nada avançar, devemos encetar formas mais musculadas, até mesmo o veto total do Concelho nas eleições. Tem de existir forte união entre as oito Freguesias. Que a Trofa recupere a sua dignidade…


Firmino Santos

Fotomontagem

Continuar a ler...

Desporto

Futsal: S. Romão procura novos talentos para a próxima época

O Futebol Clube S. Romão já só pensa na próxima época e já abrir captações para as equipas de formação, desde os infantis (sub-13) até aos juniores (sub-19).

Publicado

em

Por

O Futebol Clube S. Romão já só pensa na próxima época e já abrir captações para as equipas de formação, desde os infantis (sub-13) até aos juniores (sub-19).
Os interessados em experimentar a modalidade de futsal ou conhecer a dinâmica do clube devem deslocar-se até ao pavilhão da Escola Básica e Secundária do Coronado e Castro, em S. Romão do Coronado. Os nascidos em 2010 e 2011, treinam às terças e quintas-feiras, das 19h00 às 20h00, já os atletas de 2008 e 2009, podem aparecer às quartas e sextas-feiras, das 20h00 às 21h00. Os jogadores nascidos em 2006 e 2007 podem experimentar os treinos, às quartas e sextas-feiras, o mesmo horário para os atletas de 2004 e 2005.
Para mais informações, está disponível para contacto o presidente do clube, Ricardo Silva, através do número 916088533. O clube também pode ser contacto via redes sociais, concretamente o Facebook, em www.facebook.com/fcsromao.

Ricardo A.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também