Este ano cabe ao lugar da Maganha, em Santiago de Bougado, organizar a festa em honra de Nossa Senhora do Rosário, que decorre de sexta-feira a domingo.

O Souto da Lagoa, em Santiago de Bougado, já está preparado para receber as festas em honra de Nossa Senhora do Rosário, este ano a cargo da aldeia da Maganha, que está responsável pela Confraria de Nossa Senhora do Rosário. É já esta sexta-feira, 3 de junho, que têm início as festividades, com a Eucaristia solene do Sagrado Coração de Jesus, pelas 20.30 horas, seguido das atuações do conjunto de música tradicional portuguesa A Rapaziada (21.30 horas) e da banda Cão Voador.
O sábado, 4 de junho, é dedicado ao Imaculado Coração de Maria. Pelas 9 horas, os Zés Pereiras vão percorrer as ruas de Santiago de Bougado, a anunciar as festividades. Às 20 horas há a Eucaristia Solene e, uma hora depois, tem início o 6.º Festival Folclórico do Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado, que, além do anfitrião, conta com as atuações do Rancho Folclórico “Os Pastores de S. Romão” (Serra da Estrela), Grupo Folclórico Recreativo de Tabuadelo (Guimarães), Grupo Folclórico “Os Moliceiros de Ovar” e o Grupo Folclórico e Cultura Danças e Cantares de Carreço (Viana do Castelo).
Já no domingo, a Banda de Música da Trofa dá entrada pelas 8.45 horas. A Eucaristia Solene em honra de Nossa Senhora do Rosário está marcada para as 11 horas. A festa encerra pelas 19.30 horas com a atuação da Banda de Música da Trofa, mas antes, pelas 17 horas, decorre o terço e a procissão em honra de Nossa Senhora.
Segundo António Castro, um dos elementos da Confraria de Nossa Senhora, o orçamento da festa ronda “os dez mil euros”. Além dos “anuais dos associados da Confraria”, a organização da festa não tem mais fundos e, por isso, pede às “almas caridosas que possam doar alguma coisa” para fazer face aos “cerca de dois/três mil euros”, em falta.