A Escola de Música e Artes da Trofa promoveu a audição geral do 3.º período. Já este sábado, organiza uma tertúlia na Biblioteca dos Bombeiros Voluntários da Trofa.

Um reportório “muito variado” com passagens entre o Clássico e o Pop/Rock. Foi assim que decorreu a audição geral do 3.º período da Escola de Música e Artes da Trofa (EMAT), que se realizou na noite de sábado, 4 de junho, nas instalações da Banda de Música da Trofa.
Segundo Cândida Oliveira, diretora Pedagógica da Escola de Música e Artes da Trofa (EMAT), este foi um concerto “intimista mas de grande qualidade”, em que “os alunos apresentaram-se a tocar individualmente em classes como violino, violoncelo, flauta transversal, clarinete, fagote, saxofone, guitarra, piano e bateria”. “Também os mais pequeninos, alunos de expressão musical, brilharam a cantar e tocar em conjunto e depois individualmente, ao piano e ao violino”, completou.
O concerto terminou com a interpretação de um original da aluna Rafaela Ferreira, que tocou e cantou “RUN”. A sessão foi abrilhantada pelo coro da Escola, com o tema “Há sempre música entre nós” da cantora Dina.
A diretora pedagógica informa que no próximo ano letivo, vai ter aulas de música para bebés dos dez meses aos três anos e aulas de Violino desde os quatro anos.
Já pelas 21.30 horas de sábado, 11 de junho, a Biblioteca dos Bombeiros Voluntários da Trofa acolhe “uma tertúlia muito especial”, denominada “Autores sem Reticências num concerto musical”. “A EMAT une-se a escritores amigos para o evento: uma noite agradável e cheia de surpresas. Literatura para crianças e também para adultos. Um evento a não perder, na Trofa”, declarou, contando que vai ter como autores Maria Oliveira, César Alves, Ana Paula Figueiredo & Pedro Figueiredo e Patrice Pacheco.