“Projeto vai ao encontro das necessidades dos habitantes”

José Sá é o candidato do Partido Socialista à União de Freguesias de S. Martinho e Santiago de Bougado. Para o mandato, propõe-se a colocar as pessoas “em primeiro lugar”.

 

O Notícias da Trofa (NT): O que leva a candidatar-se à União de Freguesias de Bougado?

José Sá (JS): Foram os bougadenses de S. Martinho e de Santiago que me levaram a aceitar o desafio de me candidatar à União de Freguesias de Bougado (S. Martinho e Santiago). Por força da agregação imposta pelo governo, entendi colocar a minha experiência, entrega e disponibilidade de trabalho ao serviço de todos. A nossa equipa é coesa e nenhum dos seus elementos se move por interesses pessoais, e eu, vou cumprir os quatro anos de mandato como presidente da União de Freguesias.

Apesar do desafio que se coloca a mim e à minha equipa, ser muito exigente, considero que com a experiência que adquiri durante toda a minha vida, quer como empresário, quer nas associações onde já dou o meu contributo, quer na Junta de S. Martinho, ao longo dos últimos oito anos, são o espelho do meu carácter e do meu empenho pelas duas freguesias.

 

NT: Quais são os projetos que vai apresentar para o mandato?

JS: Temos um projeto bem definido, com linhas orientadoras que vão de encontro às necessidades dos habitantes de S. Martinho e de Santiago.

A área social e o apoio aos mais frágeis são a prioridade. O trabalho que a Junta de S. Martinho desenvolveu nestes últimos quatro anos nesta área tem sido notável e portanto pretendemos manter essa linha orientadora.

As pessoas estão em primeiro lugar e por isso, vamos manter em funcionamento os dois edifícios que são sede de junta para que os nossos serviços sejam de proximidade, com rapidez, qualidade e rigor, de forma a apoiar todos de igual forma. Só um executivo próximo pode garantir a qualidade de vida das pessoas.

Vamos trabalhar afincadamente na conservação e recuperação da rede viária, pavimentando ruas e construindo passeios, vamos fazer a ligação do “Bairro da Capela” ao “Castelo. Também nos comprometemos a apoiar a construção de um Centro de Dia em Santiago, a resolver o problema da falta de espaço no cemitério de São Martinho, levar a cabo a ampliação da Casa Mortuária de São Martinho e a construção da Casa Mortuária de Santiago.

Os espaços verdes das duas freguesias não serão esquecidos e vamos promover a Instalação de parques infantis e melhorar as acessibilidades ao Mercado e à Feira.

Pretendemos constituir o “Gabinete do Associativismo”, e do “Gabinete para a Cultura” para apoiar as associações.

Potenciar a criação de um Museu de Nossa Senhora das Dores da Trofa, assinalando as comemorações dos 250 anos das festas, assim como impulsionar a criação de um Museu Etnográfico de Bougado para valorizar toda a riqueza e espólio existente.

 

NT: Qual o projeto/área prioritário(a) caso seja eleito?

JS: Para nós todos os projetos são prioritários mas no contexto económico e social que atravessamos torna-se imperioso eleger o apoio social como área a intervir em primeiro lugar. No entanto a construção da Casa Mortuária de Santiago de Bougado, o Centro de Dia e a ampliação da Casa Mortuária de S. Martinho são também projetos a desenvolver com urgência.

 

NT: Considera importante que a Câmara e a Junta de Freguesia sejam governadas pelo mesmo partido político? Porquê?

JS: Se as duas forem governadas por pessoas do mesmo partido haverá uma melhor articulação na implementação dos projetos.