As eleições para a estrutura concelhia das Mulheres Socialistas da Trofa vai decorrer no dia 1 de fevereiro e há já uma candidata conhecida. Trata-se de Ângela Moreira, 34 anos, natural de Cidai, Santiago de Bougado. A candidata é membro da Assembleia Municipal da Trofa e do secretariado Concelhio do Partido Socialista.

Ângela Moreira explica as razões que a levam a apresentar candidatura: “Decidi candidatar-me à estrutura concelhia das mulheres socialistas, porque entendo que, apesar de já muito ter sido feito nas políticas de promoção à igualdade de género, considero que ainda existe muito caminho a fazer-se, nomeadamente em termos de políticas locais.

O principal desafio da estrutura concelhia das Mulheres Socialistas da Trofa consiste em aproximar e tornar útil a participação das mulheres na concelhia, contribuir para que mais mulheres se revejam na expressão política, se tornem cada vez mais ativas e participativas”.

A candidata tem ainda como pretensão “promover a igualdade de género e de oportunidades nas listas do Partido Socialista, apostar na denúncia e combate à violência de género, promover conferências/debates que envolvam as mulheres da Trofa e mobilizá-las para a causa e reconhecer e agraciar o mérito das mulheres trofenses que se tenham destacado por qualquer ação na sua vida cívica”.