quant
Fique ligado
oceanrio oceanrio

Ano 2010

Vaivém Oceanário aterrou na Trofa

Publicado

em

oceanrio 

Nos primeiros dois dias de funcionamento do Vaivém Oceanário na Trofa já 340 crianças visitaram o espaço e aprenderam mais sobre pesca, poluição, alterações climáticas e biodiversidade. O Vaivém Oceanário estará na Trofa até domingo.

Melissa Silva e Tiago Santos são alunos da Escola Básica de Paradela e esta quarta-feira aprenderam um pouco mais sobre o fundo do mar. Chegaram a meio da manhã ao Vaivém Oceanário que está estacionado no Parque Nossa Senhora das Dores e levaram novas lições sobre o meio ambiente para casa. “Aprendi o que é que podemos fazer para ajudar o oceano”, afirmou Melissa Silva. Mas Tiago Santos completou: “Hoje aprendi a reciclar”.

Pesca, poluição, alterações climáticas e biodiversidade são alguns dos temas abordados no Vaivém Oceanário pelos especialistas que vieram do Oceanário de Lisboa para incentivar a prática de comportamentos amigos do ambiente, a pedido da Câmara Municipal da Trofa.

“O Vaivém Oceanário é um projecto que já existe desde 2005, já percorreu cerca de 50 concelhos e desenvolvemos sempre nestas acções, actividades para todas as faixas etárias. Desenvolvemos programas específicos para cada idade”, explicou Tomás Santos, responsável pelo projecto de responsabilidade social por onde já passaram 70 mil crianças.

Os temas abordados não só com as crianças, mas também com os adultos são “preponderantes para a saúde do planeta” e na maioria das vezes as crianças deixam o Vaivém Oceanário com “vontade de explicar aos pais, avós e primos e alterar os seus comportamentos diários”, explicou o responsável.

Agora, Melissa e Tiago na hora de comprar o peixe para casa vão alertar os pais. “Tem que se comprar sempre os peixes maiores, ou os médios”, adiantou Tiago e logo Melissa se apressou a explicar o porquê: “Porque a geração pequena pode continuar e deixar uma reprodução no mar”.

Publicidade

Esta iniciativa surgiu no âmbito das comemorações da Semana da Água e da Floresta e Assis Serra Neves, vereador do ambiente da autarquia, recebeu o Vaivém de braços abertos. “Tínhamos conhecimento que o Oceanário Lisboa tinha esta viatura do ambiente em movimento que corre o país todo, fizemos a candidatura e tocou-nos esta data para que ele viesse à Trofa”, adiantou o autarca.

Sem custos adicionais para o município o Vaivém Oceanário ajuda também a que as crianças e adultos aprendam “a ter bons hábitos de alimentação e tudo o que está relacionado com o meio ambiente”, frisou.

O Vaivém Oceanário aterrou na Trofa a 8 de Março, no Parque Nossa Senhora das Dores e estará aberto ao público, com entrada gratuita, até dia 14 de Março, das 9 às 17 horas.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Ano 2010

Tradição de porta em porta

Publicado

em

Por


O Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado mantém viva, ano após ano, a tradição de cantar as janeiras de porta em porta, levando o folclore da região a todas as casas.

(mais…)

Continuar a ler...

Ano 2010

Arte em quatro rodas

Publicado

em

Por

Francisco Maia tem uma oficina de restauro diferente: recupera automóveis antigos há mais de 20 anos.

(mais…)

Continuar a ler...
EuroRegião Talks

Inscrições EuroRegião Talks

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também