Uma vitória por 2-1 foi o resultado da jornada que colocou frente a frente o S. Romão e o Sporting Cruz, num jogo pautado por três expulsões e algumas decisões duvidosas da equipa de arbitragem. Os três pontos conquistados devem-se a Parreco, o homem do jogo, que bisou.

 O encontro entre o S. Romão e o terceiro classificado da tabela, no passado domingo, no campo de jogos dos romanenses, começou com uma entrada forte dos homens da casa, a ameaçar que não se iam intimidar com a classificação do adversário e dariam o seu melhor para conquistar os três pontos.

Logo aos dez minutos do início da partida Tino rematou às redes do visitante, mas Bruno conseguiu defender a primeira investida e a bola sobrou para Parreco que cabeceou o esférico para lá da linha da baliza e fez o primeiro golo da partida.

A sede de golos não se ficou pelo primeiro tento e o S. Romão ia continuando as investidas em direcção ao meio campo adversário.

Aos 14 minutos, Cabaço conduzia a bola, isolado, em direcção à baliza, mas foi travado por um adversário, que devia ter visto o cartão vermelho, mas o árbitro assim não o entendeu.

O segundo golo da partida surgiu aos vinte e sete minutos, por Parreco, que se mostrou o homem do jogo e a carimbar uma excelente exibição.

O início da segunda parte trouxe alguns momentos de ânimos exaltados e cartões vermelhos atribuídos. A primeira expulsão deu-se aos 58 minutos, quando Cabaço viu o segundo cartão amarelo. No decorrer desta expulsão também o massagista da casa foi convidado pelo árbitro principal para se retirar do banco.

A jogar com menos um jogador, a equipa da casa tentou manter o resultado, mostrando para isso mais empenho dos seus elementos, enquanto que o Sporting Cruz tentava aproveitar oportunidades para chegar a baliza de Ricardo.

A faltarem cerca de dez minutos para o apito final voltaram a ser exibidos dois cartões vermelhos, a André e Lobo, continuando o jogo com nove jogadores do lado da casa contra dez da formação adversária.

O 2-1 surgiu passados quatro minutos dos noventa, pela marcação de uma penalty que passou bem perto de Ricardo.

No final do encontro, Pereira, treinador do Sporting Cruz confessou ao NT ter sido "uma actuação infeliz da nossa parte. Tivemos oportunidade para marcar golo e não o fizemos e o S. Romão aproveitou dois deslizes nossos para marcar. Resta-me dar os parabéns ao adversário".

José Carvalho, satisfeito com a actuação dos seus jogadores, referiu ter sido "um jogo muito difícil, mas estivemos bem e só lamento não nos terem deixado jogar mais. Os nossos jogadores estão de parabéns e já se começa a ver um grupo mais unido". José Carvalho mostrou ainda algum descontentamento em relação à actuação da arbitragem: "esta arbitragem mostrou-se muito manipulável. Há alguns anos que o Sporting Cruz anseia subir e hoje viu-se que tentam de tudo para isso. Tivemos duas expulsões que nos podiam ter complicado a vida, mas acabamos por conseguir manter um ritmo seguro de jogo. Ainda assim, o jogo podia ter sido diferente se fosse disputado 11 contra 11, mas esta arbitragem quis estragar o jogo".

 

S. Romão: Ricardo, Helder, Helder P., Carvalho, Pepe, Daniel, Carlos (Raúl, 65'), Parreco (Lobo, 77'), Alex, Tino (Jorge, 45'+3') e Cabaço

Treinador: José Carvalho

Sporting Cruz: Bruno, Marco, Hugo, André, Tonecas, Henrique (Joel, 41'), Paulo, Pedro, André C. (Alex, 2ª parte), Cláudio e Bernardo

Treinador: Pereira

Cartões amarelos: Hugo, Cabaço, Carvalho, Cláudio

Cartões vermelhos: Cabaço, por acumulação de amarelos, Cláudio e Lobo

Resultado ao intervalo: 2-0

Resultado final: 2-1

 

 

Resultados 17ª Jornada

S.Romão 2-1 Sporting Cruz

Vilar Pinheiro 0-0 Ramaldense

Pedroso 2-1 Lusitanos Santa Cruz

Gondim 3-1 Inter de Milheirós

Atlético de Vilar 0-3 Vila Chã

Águas Santas 5-0 Mindelo

Desportivo de Portugal 2-0 Rio Tinto

 

Classificação

Pontos

1º Gondim 45

2º Desportivo de Portugal 39

3º Pedroso 32

4º Sporting Cruz 32

5º Águas Santas 26

6º Vila Chã 25

7º Rio Tinto 24

8º S.Romão 20

9º Vilar Pinheiro 19

10º Inter Milheirós 18

11º Lusitânos Sta Cruz 16

12º Atlético de Vilar 15

13º Ramaldense 15

14º Mindelo 8