Os restaurantes que vão participar na Quinzena da Gastronomia de Vila Nova de Famalicão poderão vir a ser incluídos em roteiros turísticos internacionais, que estão a ser preparados pelo Eixo Atlântico do Nordeste Peninsular – ao qual o município aderiu recentemente – para promover a região.

 A novidade foi avançada pelo vereador do Turismo da Câmara Municipal de Famalicão, Ricardo Mendes durante a apresentação da Quinzena da Gastronomia 2008, que decorre entre 1 e 15 de Fevereiro e que este ano está subordinada ao tema "Novelas do Minho", numa clara alusão à obra literária do romancista famalicense Camilo Castelo Branco.

Ricardo Mendes adiantou que o Eixo Atlântico está "a desenvolver um trabalho de selecção dos melhores restaurantes da região do Nordeste Peninsular para os inserir em guias turísticos internacionais e onde Famalicão passará naturalmente a figurar". "Esta é, portanto, uma oportunidade única para os restaurantes de Famalicão serem divulgados internacionalmente", sublinhou o autarca.

Este ano são dezasseis os restaurantes participantes na iniciativa que terá a concurso pratos bem tradicionais da cozinha minhota como o Bacalhau à Lagareiro, o Cabrito Assado, Cozido à Portuguesa e Rojões com Papas de Sarrabulho.

Para Ricardo Mendes a Quinzena da Gastronomia representa "a continuação do esforço em manter viva a nossa identidade cultural, em preservar o que nos identifica e valoriza, em promover o que de bom podemos oferecer. É igualmente a concretização prática da Resolução do Conselho de Ministro, que institui a Gastronomia como parte integrante do Património Cultural Português".

À semelhança das edições anteriores, cada um dos participantes candidata-se com um dos pratos sugeridos e será sujeito a avaliação do Júri, composto por um representante da Câmara Municipal, da Confraria dos Gastrónomos do Minho, da Região de Turismo Verde Minho e da Associação Comercial e Industrial de Vila Nova de Famalicão. A cada prato será "atribuído três prémios distinguirão os melhores confeccionados, estando também em causa na avaliação as condições de higiene, qualidade dos serviços e géneros, entre outros", sublinhou ainda o vereador do turismo.

Na apresentação do evento estiveram ainda presentes o representante da Confraria dos Gastrónomos do Minho, Leite Gomes, o presidente da Região de Turismo Verde Minho, Henrique Moura e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Famalicão.

Na sua intervenção, Leite Gomes enalteceu "a forte ligação entre a Gastronomia, que é um acto cultural, e a figura maior da cultura em Famalicão que é o escritor Camilo Castelo Branco", referindo-se ao tema do evento: "Novelas do Minho" – que é também o título de uma colectânea de oito novelas da autoria do escritor.

O responsável chamou ainda a atenção para o facto de metade dos restaurantes (oito) participarem pela primeira vez na iniciativa. "Isto demonstra que há novos restaurantes empenhados em dar a conhecer as suas potencialidades", referiu.

Também o presidente da RTVM se mostrou satisfeito com a participação de novos restaurantes. Henrique Moura salientou que os restaurantes já se aperceberam que ao participar nesta iniciativa "têm à sua disposição meios de divulgação do seu nome, que de outra forma, lhes ficaria muito dispendioso". Neste sentido, o responsável afirmou que "o grande prémio é a participação".

Com o fim anunciado da RTVM para este ano, Henrique Moura adiantou que a nova organização turística da região, que deverá chamar-se "Norte Portugal" "vai certamente continuar a apoiar a Quinzena da Gastronomia de Famalicão", porque é um "evento de grande valor turístico".

RESTAURANTES A CONCURSO

Cada restaurante participante na Quinzena da Gastronomia escolheu o prato que entre 1 e 15 de Fevereiro terá à disposição do cliente. Assim, o Bacalhau à Lagareiro poderá ser apreciado na Residencial Sobreiro, na freguesia de Bairro, no Miranda, em Famalicão, no Rio Este, Gondifelos, no restaurante Benfica, Calendário, na Quinta de Barradas, Louro, no Hotel Moutados, Gavião, ou ainda no Prato das Oliveiras, em Avidos. Por sua vez, o Cabrito Assado foi a especialidade escolhida pelo Tapas & Companhia de Famalicão. O Cozido à Portuguesa que é uma iguaria que também tem o seu toque minhoto e pode ser saboreada no restaurante Ferrugem, na portela, na Cozinha do Gonçlaves, em Vale S. Martinho e no restaurante Sara, em Famalicão. Por fim, os Rojões com Papas de Sarrabulho estão a concurso no Churrascão Sousa, em Avidos, no restaurante do António, em Calendário, no restaurante A Malcriada, em Calendário, nos 7 Velhos, em Famalicão e no Moutados de Baixo, em Gavião.