A Mundos de Vida quer ajudar mais crianças e idosos a ver, sonhar, abraçar e dar tudo por tudo. No ano em que comemora 25 anos de existência, a Associação assumiu um novo formato jurídico, o de Fundação, para poder abraçar projectos mais ambiciosos.

Um abraço pode mudar uma vida. Por isso, a Mundos de Vida, que comemora 25 anos de serviço social nesta região, abraçou um novo projecto para o desenvolvimento da instituição.

Com um novo formato jurídico, a Mundos de Vida, com sede em Lousado, deixará agora de ser considerada uma associação e passa a ser uma fundação para poder abraçar mais causas.

“A fundação pretende ser capaz de atrair mais recursos humanos, mais competências, maior capacidade de criar relações com a comunidade e, a partir daí, gerar mais recursos financeiros que possam levar à prática os projectos que temos em carteira”, afirmou Manuel Araújo, responsável pela Mundos de Vida.

Entre os projectos “em carteira” constam já os que foram ganhos em programas de apoio estatal. “No âmbito do programa PARES II, ganhámos um projecto para Vila Nova de Famalicão, vai ser construído em Lousado, que é o Centro Gerontológico, que inclui lar de idosos, centro de dia, apoio ao domicílio e será o maior do distrito de Braga. Ganhámos também outro que é o maior do distrito do Porto, e que será construído na Trofa, em Alvarelhos. No PARES III ganhámos outro projecto para a Trofa no centro da cidade, que é uma casa para crianças, com creche e jardim-de-infância. Recentemente, ganhámos também o único projecto que foi apoiado pelo Governo para um Centro de Cuidados de Saúde na Trofa, Santo Tirso e Famalicão”, adiantou o responsável.

Todos estes projectos remetem para investimentos superiores a 10 milhões de euros e serão comparticipados em cerca de 35 por cento pelo Estado. “Estes projectos são importantes para criar emprego para muita gente, são duas centenas de postos de trabalho e criam muitos serviços para as populações ao nível da infância, da terceira idade e que estão em situações de grande dificuldade e precisam de ser apoiadas em momentos de crise”, acrescentou.

Os cerca de mil associados da Mundos de Vida passaram agora o testemunho à Fundação, para que novos projectos para as crianças e idosos em risco possam ser concretizados. Nos próximos dois meses será nomeado o Conselho Superior da Fundação, com três tipos de membros: Curadores Individuais, Curadores Institucionais e Curadores Representativos. Segundo Manuel Araújo, “esses Curadores irão depois escolher o Conselho de Administração que é constituído por três pessoas”.

Para testemunhar o acto da passagem de Associação a Fundação, esteve na Mundos de Vida o presidente do Supremo Tribunal Administrativo e ilustre lousadense Fernando Serra.

“Em Março de 2009 olho, retrospectivamente, para o trabalho desenvolvido ao longo de 25 anos por esta Associação, agora Fundação Mundos de Vida. Da sua primeira valência, um centro de actividades de tempos livres, instalado no antigo palacete da Quinta da Serra, à sua estrutura hoje existente, incluindo, entre o mais, a residência para idosos, com serviços de centro de dia e de apoio domiciliário, o centro temporário para crianças em risco, os centros de educação e protecção à infância, o centro da família e da inserção social, o centro do conhecimento e da formação e o centro de saúde e bem-estar”, recordou.

Por todos estas valências, Fernando Serra apelou ao espírito solidário de todos “para que saibam apadrinhar as actividades desta Fundação Mundos de Vida, que é um exemplo a nível nacional, e mesmo internacional, do que deve ser a verdadeira comunidade de entreajuda”.

A cerimónia de apresentação deste novo projecto contou ainda com a presença de Sónia Araújo, madrinha da causa onde se procuram abraços para as crianças da Fundação de Lousado. A apresentadora de televisão, para além de felicitar a Mundos de Vida pela comemoração dos 25 anos de vida, lembrou ainda que estará sempre pronta para ajudar a abraçar as diferentes causas: “dou os parabéns por estes 25 anos, espero que nos próximos 25 ou mais continuem a desenvolver o bom trabalho, agora nesta nova fase como Fundação e dizer-vos que venham, ou não, mais padrinhos e madrinhas, eu estarei disponível para o que precisarem. Vamos continuar a dar muitos abraços a estas crianças e jovens que bem precisam”.

Agora a Fundação Mundos de Vida para comemorar os 25 anos ao serviço das crianças e idosos em risco da região, está a desenvolver ainda outras campanhas sob o lema “Vive, ama e deixa uma marca”.

 {flvremote}http://trofa.otos.tv/videos/Mundos_vida.flv{/flvremote}