Os Meninos Cantores do Município da Trofa contaram a história da década a cantar numa exposição na Casa da Cultura e num concerto emotivo, no Salão dos Bombeiros Voluntários da Trofa, cantaram as músicas que fizeram o sucesso do grupo.

As roupas, os objectos utilizados e os vídeos e fotografias tiradas para a posteridade compuseram a sala de exposições, para que todos os visitantes pudessem reviver os 10 anos do coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa. No dia Mundial da Música os meninos, pais e admiradores do trabalho do coro juntaram-se para cantar os parabéns ao sucesso do projecto.

“Apresentamos em DVD, fizemos a digitalização de algumas imagens, temos também excertos de reportagens feitas pelas televisões nacionais. Temos essencialmente bocadinhos da nossa história ao longo destes 10 anos”, explicou Antónia Serra, mentora do projecto e responsável pelos ensaios.

meninos-cantores

Na exposição podem ainda ser lidos textos da autoria de Bernardino Vasconcelos, presidente da Câmara Municipal da Trofa, António Pontes, vereador do Pelouro da Cultura e de uma menina do Coro, Ana Cruz.

Os 10 anos foram ainda sinónimo de reconhecimento do trabalho das três meninas que cantam há uma década no coro e ainda de Antónia Serra, mentora do projecto. A Câmara Municipal elogiou o trabalho feito e surpreendeu tudo e todos com presentes para as meninas que cresceram com o projecto.

As meninas não esperavam os presentes, mas Antónia Serra que preparou a surpresa para as suas cantoras ficou ainda mais “surpreendida” e não conseguiu conter as lágrimas. “Acho que aqui houve uma traição, porque não estava a contar, sabia que iam ser homenageadas as três meninas e eu sou um caso à parte, por isso não tinha que estar de maneira nenhuma incluída nesta homenagem que acabaram de fazer, mas fiquei muito contente”, sustentou.

“Orgulhosa”, Natália Oliveira, contou ao NT/TrofaTv que é “mãe de duas meninas, uma que anda no coro há 10 anos, outra que anda há cinco”. O “esforço” que a filha dedica ao projecto não passa despercebido à mãe que apoia a filha que viu crescer a cantar. “Sinto-me muito feliz, há um esforço muito grande da parte da minha filha, também dos pais. Mas acho que ela merecia isto, porque ela esforça-se mesmo, pode estar doente que não falta, dedica-se a isto a 100 por cento”, acrescentou.

António Pontes, marcou presença para celebrar os dez anos a cantar e mostrou-se orgulhoso pelo trabalho desenvolvido por todos os meninos na Trofa, em Portugal e além fronteiras.

“O Coro do Meninos Cantores do Município da Trofa conseguiu ao longo destes 10 anos afirmar-se como um grande projecto cultural no seio da nossa comunidade, mas também pelo país fora e até no estrangeiro. É um projecto que honra muito a comunidade trofense, o nível que este coro atingiu durante estes 10 anos num percurso consolidado, de passo a passo, tem que deixar orgulhosos todos os trofenses”, afirmou.

Considerando que existem trabalhos deste género “extraordinários” em todo o mundo, o vereador disse, no entanto, que os Meninos Cantores são “um dos melhores coros infanto-juvenis do país”. “Isto é reconhecido por muita gente das artes, da cultura, do espectáculo por esse país fora que quando assiste às apresentações do coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa de facto reconhece esse trabalho e esse nível”, justificou.

Surpreendidos com os elogios de António Pontes, os meninos pouco falaram e agradeceram a cantar.

E como quem canta seus males espanta os meninos continuaram a cantar no domingo num concerto onde participaram os autores das melodias, a madrinha dos meninos, a escritora Matilde Rosa Araújo, a Directora Regional da Cultura Norte, Helena Gil, ainda os músicos João Loio, Jorge Constante Pereira, o actor e encenador Mário Moutinho e os pais e fãs dos pequenos cantores.

As comemorações continuam no dia do Município, 19 de Novembro, que será marcado com a estreia da obra “Anjos de Pijama”, escrita por Matilde Rosa Araújo e composta por Andreia Pinto Correia.