Na semana em que ficámos a saber que dez mil crianças das escolas de Vila Nova de Famalicão tinham visitado os museus do concelho no ano lectivo que agora termina, foi a vez de o presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, apresentar mais um projecto educativo inovador, envolvendo a comunidade escolar: no Centro de Estudos Camilianos, estrutura de apoio à Casa-Museu de Camilo Castelo Branco, cerca de 140 crianças de cinco escolas do ensino básico receberam do autarca um exemplar do livro "História Partida", um conto escrito pelos próprios alunos, num projecto em que também participou  um grupo de utentes do centro local da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM), que fez as ilustrações.

 "É mais um projecto cultural  e educativo lançado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão com o objectivo de envolver a população estudantil", salientou Armindo Costa, lembrando que "há uma grande semelhança entre este projecto literário e o projecto educativo Viagens pelo Património Cultural", que levou perto de dez mil crianças aos vários museus do concelho. "Com estes projectos inovadores estamos a investir na cultura como todas as autarquias deveriam investir, estamos a envolver as crianças na vida cultural e patrimonial da nossa terra e a despertar nelas o interesse pela literatura, pelos museus, pelo património edificado, em suma, o interesse pela nossa cultura", afirmou o edil famalicense, acrescentando: "Estamos a contribuir para que os famalicenses de amanhã sejam mais informados, mais esclarecidos e mais participativos na vida comunitária. No fundo, estamos a apostar na cidadania dos famalicenses do século XXI."

A publicação deste livro surge na sequência de uma actividade proposta pela autarquia, através da Casa-Museu de Camilo Castelo Branco, às escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico de Vila Nova de Famalicão e aos alunos do centro local da APPACDM, para a elaboração de um conto e das respectivas ilustrações. Com esta iniciativa, foi possível diversificar o alcance da intervenção didáctica e pedagógica junto do público mais jovem, criando um espaço aberto à imaginação e à criatividade dos pequenos escritores, estimulando assim, o gosto pela escrita. Este livro é, assim, o resultado do bom acolhimento que a proposta teve junto dos professores e alunos e do entusiasmo que revelaram ao longo do ano lectivo 2006-2007 na concretização do projecto. O livro, que relata a história de um rapaz chamado José, que visitou a Casa de Camilo Castelo Branco, contou com a participação de mais de cem alunos dos 3.º e 4.º anos das Escolas do 1.º Ciclo Luís de Camões (Vila Nova de Famalicão); Conde São Cosme (Vale S. Cosme); Seide S. Paio; Agra-Maior 8Vermoim), das Lameiras (Antas) e do Núcleo de Famalicão da APPACDM.