Pouco mais de 27 minutos foi o tempo que durou a última Reunião de Câmara da Trofa, que se realizou na manhã do dia 8 de maio, no edifício da autarquia.

Entre os vários pontos à votação, o executivo municipal aprovou por unanimidade as minutas dos protocolos de colaboração a celebrar entre a Câmara Municipal da Trofa, a Orquestra Ritmos Ligeiros – Associação Cultural da Trofa, no valor de cinco mil euros, e à Associação Musical e Cultural da Trofa – Banda de Música da Trofa, no valor de 20 mil euros. Na votação do ponto referente à Banda de Música da Trofa, a vereadora Joana Lima, eleita pelo PS, ausentou-se por ter familiares na direção da associação.

Também foi aprovado por unanimidade as minutas dos protocolos de colaboração a celebrar entre a Câmara Municipal da Trofa e o Rancho Folclórico da Trofa, para “a realização de obras de reparação nas anomalias construtivas do edifício da sede”, no valor de 6850 euros, e a Associação Recreativa S. Pedro da Maganha, “destinada à construção da sede”, no valor de dois mil euros. A atribuição de apoios financeiros a Fábricas da Igreja para as diversas festas do concelho, no valor de 3250 euros, também foi aprovada por unanimidade.

Quanto às Colónias Balneares Seniores 2014, foi aprovada por unanimidade a fixação do valor da comparticipação financeira e emissão de parecer prévio vinculativo do órgão executivo para a celebração de contrato de aquisição de serviços de transporte. Os que se inserirem no escalão A, referente a rendimentos per capita igual ou inferior ao valor da pensão social (atualmente 197,55 euros), pagam 2,50 euros, os do escalão B, referente a rendimentos per capita superior ao valor da pensão social e igual ou inferior a 350 euros, desembolsam dez euros, os do escalão C, referente a rendimentos per capita superior a 350 euros e igual ou inferior ao salário mínimo nacional (485 euros), pagam 17,50 euros e os do escalão D, referente a rendimentos per capita igual ou inferior ao salário mínimo nacional têm que pagar 25 euros.