Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária da Trofa entregou diplomas aos formandos de vários cursos para adultos.

“Este papel”, confessa Rogério Silva, de olhos postos no diploma que acabava de receber, “tem muito significado, porque, tivemos muito trabalho, tivemos que abdicar de muitas coisas para nos aplicarmos e para concluirmos a formação e chegar a este dia”.

Depois de meio ano de formação no Centro Novas Oportunidades (CNO) da Escola Secundária da Trofa, Rogério conseguiu completar o 12º ano. “Eu tinha estudado até ao 11º ano e depois, por motivos profissionais, desisti dos estudos. Agora aproveitei esta oportunidade para completar o Ensino Secundário”, explicou.

Também Susana Pinto terminou o 12º ano através do CNO da Escola Secundária e espera que esta formação “seja uma mais-valia no mercado de trabalho”. Desta experiência, a jovem exalta “os colegas com quem conviveu”, mas também “os formadores” que “ajudaram sempre que foi preciso”.

O esforço e estudo de mais de 160 adultos foram premiados na noite de sexta-feira, dia 27 de maio. Pelo terceiro ano, os adultos de vários cursos do Centro Novas Oportunidades (CNO) da Escola Secundária da Trofa receberam os diplomas, durante uma cerimónia que encerrou mais um capítulo na vida de cada um.

Para a coordenadora do CNO, Estrela Silva, este é um momento importante para os formandos: “É o culminar e o resultado de um trabalho árduo para eles, de muitas horas em que podiam estar com a família e abdicam desses momentos”.

Esta formação é uma forma de valorização de conhecimentos, mas também de descoberta. “Eles vêm aqui é para consolidar e solidificar as experiências de vida, mas o processo inclui um trabalho em que têm de apresentar a sua história de vida. Este é, geralmente, o processo mais difícil, porque recordam muitas vezes coisas que já não se lembravam e outras que certamente quereriam esquecer. Alguns adultos passam mesmo por uma catarse (libertação de emoção ou sentimento que sofreu repressão) algo dolorosa”, evidenciou a responsável.

A coordenadora está satisfeita com este projeto, que, acredita, “é uma verdadeira nova oportunidade” para os formandos.

{fcomment}