No Agrupamento de Escolas do Coronado e Castro, “estão reunidas todas as condições para retomar a atividade letiva em segurança”, garantiu o diretor, Renato Carneiro, em declarações ao NT.

As três turmas, duas do 11.º e uma do 12.º, que vão regressar à escola serão colocadas em “zonas distantes” umas das outras e terão aulas em blocos horários seguidos de manhã.

“Cada turma entra por um local diferente, dirige-se para a sala de aula que é distante das outras turmas e espaçosa, permitindo que os alunos não se sentem lado a lado. Além disso, cada turma terá casas de banho separadas”, explicou Renato Carneiro, que sublinhou o esforço de “cumprir ao máximo as regras de segurança que estão previstas nas normas da DGS e que o Ministério da Educação emanou”.

O diretor do Agrupamento referiu ainda que no grupo de professores que regressa, nenhum se inclui nos chamados grupo de risco.