A Escola Básica 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, recebeu cerca de 360 alunos, a quem entregou diplomas de mérito referentes aos anos letivos de 2012/2013 e 2013/2014. Uma vez que se verificou a agregação da Escola Secundária da Trofa ao Agrupamento, ainda não tinha sido possível entregar os prémios de mérito aos alunos, no ano de 2013.
O diretor do Agrupamento, Paulino Macedo, considera os diplomas um incentivo aos alunos para continuarem a progredir no percurso académico e um estímulo “para aqueles que ainda não conseguiram atingir estes objetivos, o façam proximamente”. O diretor afirma ainda que este tipo de iniciativa serve para criar “laços de solidariedade entre todos os alunos”, admite que o ensino público se deve preocupar com os mais fracos, mas não pode “ter medo de distinguir os que são melhores, porque são eles o exemplo, o modelo e até o estímulo para todos os outros colegas”.
Os alunos mostraram-se satisfeitos com os prémios, depois de todo o esforço que fizeram para os conseguir, e desvendaram que o empenho e a atenção são os fatores que mais contribuíram para este sucesso. Para Duarte Paixão, aluno da EB 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, o comportamento, “ o esforço e atenção” são os fatores chave para um bom desempenho. Já Daniel Santos, também da mesma escola, admite que o que o fez trocar a consola de jogos pelos livros, foi a vontade “de ser alguém no futuro”.
Já os critérios para chegar a este patamar não são nada fáceis, dado que, para os alunos do 1.º ao 3.º ciclo é necessário que a média das classificações seja de pelo menos de quatro valores e meio. Já os alunos do Secundário têm que obter uma média de 16 ou mais valores.
Foram também entregues os prémios de excelência aos melhores alunos do Agrupamento, patrocinados pela empresa Eurico Ferreira, de valor monetário. O fundador da empresa, Eurico Ferreira, garante não ser uma “dádiva, mas sim um investimento no futuro destes jovens” e considera que “só com bons profissionais é que se fazem as boas empresas” e que outras entidades deveriam também seguir o exemplo.
Foram distribuídos cheques-prémio nos valores de 350, 250, 200 e 150 euros.