A sociedade deposita na Escola a tarefa de ensinar e, na atualidade, também, muitas vezes na sequência de algum alheamento de outras instituições como a família, a tarefa de educar. É comum dizer-se que na escola se constrói o futuro dos nossos jovens, os cidadãos do amanhã.

Para dar visibilidade a esta prerrogativa, no dia 13 de dezembro, o Fórum Trofa XXI encheu-se de alunos do Agrupamento de Escolas da Trofa, muitos deles acompanhados pelos seus encarregados de educação, para receberem os diplomas de conclusão do 12.º ano de escolaridade.

No evento organizado para o efeito, simbólico, mas cheio de significado, 181 alunos (125 do ensino regular e 56 do ensino profissional) foram convidados a estar presentes para receberem o diploma de conclusão desta etapa da sua vida de estudante, contribuindo para que fique guardado na memória de cada um, para o resto das suas vidas.

Foi momento de felicitar todos os alunos que concluíram a escolaridade obrigatória, o 12.º ano, bem como os seus professores e familiares sem esquecer todos os pais e encarregados de educação.

“Esta conquista deve-se ao esforço de cada um, mas também à competência, empenho e motivação dos professores e dos funcionários que os acompanharam ao longo do seu percurso escolar e que são elementos indispensáveis à construção de uma Escola de excelência, cada vez mais necessária para que Portugal ultrapasse os grandes desafios que tem pela frente”, sublinhou Paulino Macedo, diretor do Agrupamento de Escolas da Trofa.