O Rotary Clube da Trofa convidou a presidente da Fundação Champalimaud para apadrinhar a palestra organizada no auditório da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, na passada quinta-feira.

   "A Paz é possível" foi o nome da palestra promovida pelo Rotary Clube da Trofa e que trouxe ao concelho a presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, para falar sobre a actividade da fundação, enquanto mentora de vários prémios de investigação, que procuram melhorar a qualidade de vida das pessoas.

A iniciativa realizou-se no auditório da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, na passada quinta-feira e contou também com a presença dos clubes rotários de Santo Tirso, Vila Nova de Famalicão e Maia. Esteve também inserida na preparação para a 25ª Conferência Distrital do Distrito Rotário de 1970.

Ao NT, Leonor Beleza explicou o motivo pelo qual foi convidada para protagonizar a palestra: "fui convidada para falar sobre a fundação e a ligação entre a sua actividade e a Paz. Tentei explicar que no domínio da solidariedade, temos que tentar que as doenças sejam mais prevenidas do que são actualmente, as pessoas têm que ser melhor tratadas e cada um de nós tem que fazer um esforço para que as pessoas sofram menos. Este é um passo para garantir a paz entre os povos, pois com solidariedade há uma forte oportunidade de fazer com que as ameaças à paz recuem".

A presidente da Fundação Champalimaud não deixou de apelar àqueles que "com mais capacidade, partilhem um pouco mais com os outros", pois a proximidade "é um antídoto contra o ódio e a violência".

Miguel Tato Diogo, presidente do Rotary Clube da Trofa sublinhou o "gosto em que o clube se associa a um dos principais eventos do movimento rotário" e sobre Leonor Beleza frisou que a sua presença "contribuiu para termos a noção do que é feito na fundação, o conjunto de iniciativas desenvolvidas, nomeadamente, o combate á cegueira e os prémios de investigação científica, que são uma forma importante de apoiar a Paz".

O responsável referiu ainda que o evento se tornou ainda mais especial "por se realizar na Trofa e pelo facto de trazer os clubes rotários da zona ao concelho".

Quanto a projectos do Rotary Clube da Trofa, Miguel Tato Diogo destacou "o peditório para a Liga Portuguesa Contra o Cancro, o Rastreio do Cancro do Estômago e as bolsas de estudo".

"De facto o Rotary Clube da Trofa está disponível para fazer com que o lema "dar de si antes de pensar em si" seja uma solução para muitas situações", concluiu.

 

O que é a Fundação Champalimaud?

Aprofundamento da ligação entre a medicina e a saúde pública e a defesa dos mais elevados padrões éticos e científicos são os principais objectivos defendidos pela Fundação Champalimaud. Esta fundação apoia a investigação em áreas de ponta e tem como prioridades estimular descobertas que tragam efeitos benéficos para as pessoas, assim como patrocinar novos padrões de conhecimento.

A Fundação Champalimaud faz suas muitas das qualidades que caracterizaram o seu Fundador: dedicação, rigor e criatividade, entre tantas outras, são as mais marcantes em António de Sommer Champalimaud, que defendeu que o progresso e a liberdade de pensamento são indissociáveis.