assalto-frutaria 

Frutaria Ludite foi assaltada no passado sábado por dois homens e uma mulher que levaram todo o dinheiro que se encontrava na caixa registadora e deixaram a funcionária inconsciente.

“No mesmo dia servi-os três vezes. Mas eles pareciam pessoas muito normais e não desconfiei de nada”, recordou Andreia, funcionária do café ao lado da frutaria Ludite, na Rua Abade Inácio Pimentel, em S. Martinho de Bougado, que foi assaltada no passado sábado, cerca das 16 horas.

“Parece que estiveram à espera que a esplanada ficasse vazia para assaltar”, contou, pois foi mesmo depois de ter atendido todos os clientes da esplanada do café que os indivíduos consumaram o roubo.

A funcionária, Maria Rosa, de 48 anos, encontrava-se sozinha no estabelecimento. Os três indivíduos entraram, de luvas, “não a ameaçaram com nenhuma arma” e “obrigaram-na a abrir a caixa registadora para levar o dinheiro”. A partir daí “não sabe de mais nada”, contou uma colega que também trabalha na frutaria. A vítima ficou inconsciente e foi encontrada mais tarde por uma cliente, estendida no chão entre duas prateleiras.

“Ela estava em choque”, recordou, frisando que Maria Rosa “ainda tentou pedir ajuda, mas eles devem tê-la agarrado, porque tinha a camisola rasgada”. A vítima recusou assistência e encontra-se agora em casa a recuperar do choque.

 

Ameaçou funcionário de café com arma branca

Um indivíduo com idade entre os 25 e os 30 anos, medindo cerca de 1,80 metros, com um gorro preto ameaçou o funcionário de um café, na Rua Vale do Coronado, em S. Mamede do Coronado. O individuo terá ameaçado o funcionário, encostando-lhe uma arma branca ao pescoço para que este lhe entregasse o dinheiro da caixa registadora. O assaltante levou cerca de 40 euros em dinheiro e fugiu para parte incerta. O funcionário apresentou queixa na GNR de Santo Tirso.

 

Furtaram dois mil euros em roupa

Dois mil euros foi o valor furtado por três indivíduos, presumivelmente de etnia cigana, que no passado dia 23 de Novembro entraram na loja Gnomo, na Rua Conde S. Bento, em S. Martinho de Bougado.

Os três indivíduos entraram na loja e enquanto um deles distraía a funcionária, os outros furtaram várias peças de roupa de criança. Quando a funcionária se apercebeu do furto tentou impedi-los, mas foi de imediato ameaçada pelo sujeito que se encontrava ao seu lado, com um objecto que tinha dentro do bolso e que não conseguiu identificar. Depois de consumado o furto fugiram para parte incerta.

 

Apanharam mil euros de azeitonas em 30 minutos

Um número indeterminado de indivíduos, furtaram as azeitonas de três oliveiras num terreno em Santiago de Bougado, junto ao Horto Jardim das Oliveiras, cerca das 23 horas, do dia 30 de Novembro. Os indivíduos, desconhecidos dos vizinhos, fizeram a apanha da azeitona em cerca de 30 minutos e puseram-se em fuga numa viatura ligeira de mercadorias de cor branca.