A organização de um Festival de Tunas, na noite de sábado, 22 de novembro, foi uma das iniciativas de angariação de fundos para o pré-fabricado que servirá de sede.

A noite fria de sábado, contrastava com o ambiente quente e acolhedor que se fazia sentir no salão paroquial de Alvarelhos. O Grupo de Jovens de Alvarelhos promoveu no sábado um Festival de Tunas, que contou com a atuação do CIENTUNA (Tuna Feminina de Ciências do Porto), TFFAUP (Tuna Feminina da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto), TFP (Tuna Masculina de Farmácia do Porto) e TAFEP (Tuna Masculina da Faculdade de Economia do Porto).
O objetivo do espetáculo era angariar fundos para o projeto que o Grupo tem em mãos neste momento: ter a própria sede. “Fizemos este espetáculo para conseguirmos algum dinheiro para angariar fundos para o pré-fabricado. Podíamos ter mais gente, mas é sempre melhor que nada”, afirmou Paulo Ferreira, presidente do Grupo de Jovens.
Paulo Ferreira contou que “os projetos já estão feitos”, faltando “a parte da execução”, para a qual é necessário “ter o dinheiro”. O pré-fabricado ficará situado “atrás do salão paroquial, num terreno paroquial”.
O Grupo de Jovens apela ao apoio da comunidade, que pode “ajudar de várias formas, desde a assistir aos espetáculos” que fazem ou através de “doações de dinheiro”.
Nesta época natalícia, o Grupo de Jovens vai fazer um presépio na Igreja Matriz, onde terá “um depósito onde as pessoas podem ajudar com dinheiro”. “É uma questão de passarem por cá verem o nosso presépio e se gostarem deixar uma ajuda para o nosso pré-fabricado”, convidou.