Falual, Mascasting, Mecprec, Ruprec, Tornitrofa e Trofinox foram as empresas da Trofa que marcaram presença na Midest 2019, que teve lugar no Eurexpo, Centro de convenções e de exposições de Lyon, França, de 5 a 8 de março. Dedicada à subcontratação industrial, a iniciativa contou com a presença de 2500 expositores de 90 países e mais de 45 mil visitantes.

“Extremamente produtiva”, divulgou fonte da MECPREC no rescaldo da exposição, à qual voltou a marcar presença, com direito a “visita especial” do secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, e do cônsul das comunidades portuguesas em Lyon, Luís Câmara, cuja comitiva passou pelos stands nacionais a 6 de março.
Fundada em 2008, esta empresa de metalomecânica está capacitada para a subcontratação especializada e integrada no fabrico de peças metálicas para os mais diversos setores.

Já a Trofinox fez-se representar na Midest pelo sócio-gerente Jorge Silva, que foi à procura de “novos mercados e novos clientes nas áreas de subcontratação, como corte laser, quinagem, maquinação, torneamento e CNC”, bem como de “peças específicas para as áreas da construção e da metalomecânica”.

Fundada a 17 de setembro de 1999, a Trofinox é uma indústria metalomecânica dedicada ao fabrico de artigos em inox, latão, aço, alumínio e ferro dirigidos a diversos públicos das áreas da construção e da decoração. Resultado da elevada capacidade de fabricar peças únicas e originais em inox, a Trofinox decidiu apostar na diferenciação através da criação da marca DYNOX, tornando-se numa empresa de referência na conceção de peças de decoração e de mobiliário com grande incorporação de inox, latão, aço, alumínio e ferro.

Também presente na exposição, a Mascasting apresentou os serviços relacionados com a produção de peças técnicas em latão, fundidas por gravidade ou baixa pressão, e maquinadas em máquinas transfer ou equipamento CNC, enquanto a Ruprec, especializada na conceção, desenvolvimento e construção de equipamentos mecânicos e produção de peças mecânicas para os setores automóvel, naval, têxtil, indústria eletrónica, aeronáutica e indústria dos plásticos, deu mais um passo na aposta na internacionalização, que supera atualmente os 30 por cento da produção anual, com vendas para países como França, Espanha, Suíça, Alemanha e Luxemburgo, entre outros.

A Tornitrofa foi outra das representantes da Trofa na Midest. Fundada em 2000, esta empresa de metalomecânica produz peças de alta precisão, em vários materiais metálicos ferrosos e não ferrosos ou não metálicos, encontrando-se atualmente em fase de expansão, com implicações na área produtiva, que deve subir de 4000 para 6500 metros quadrados este ano.

Por sua vez, a Falual, apresentou os serviços em regime de sub-contratação que presta para os diversos setores da indústria. Construção soldada, maquinagem, conservação e manutenção são três as principais áreas de intervenção da empresa, fundada em 1980, com um pequeno espaço e que atualmente com uma unidade fabril de quase 9500 metros quadrados e cerca de 100 trabalhadores. Possui máquinas CNC de grandes dimensões e assume competência reconhecida na construção soldada complexa de peças de grande dimensão.