A Trofa recebe um debate sobre “o futuro da ação social”, através do workshop “Economia e Empreendedorismo Social”, com Américo Mendes e António Batista. Inscrições decorrem até segunda-feira, dia 18 de março.

Com a intenção de debater e refletir sobre novos caminhos para as questões sociais que afetam a comunidade atualmente, a Trofa recebe o workshop intermunicipal “Economia e Empreendedorismo Social”, no âmbito do projeto In’Tegr@r, em colaboração com a Universidade Católica Portuguesa.
Com este workshop pretende-se criar um espaço de debate entre diversas entidades dos concelhos da Trofa e Santo Tirso, no sentido de encontrar respostas inovadoras para novos problemas sociais, que têm emergido fruto do aumento exponencial do desemprego resultante desta crise.
Em destaque, durante a manhã, vão estar as “Organizações de Economia Social: o que as distingue e como podem ser sustentáveis” com Américo Mendes, coordenador da Área de Economia Social da Universidade Católica, bem como a Dinamização do Workshop que estará a cargo dos membros da Equipa de Economia Social da Universidade Católica do Porto, no caso Américo Mendes e António Batista.
Este workshop vai realizar-se no auditório da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, no próximo dia 21 de março, das 9 às 13 horas, e destina-se a dirigentes e técnicos de organizações de economia social, autarcas e técnicos de autarquias locais, pessoas com projetos de empreendedorismo social, professores e associações de alunos de escolas da zona, dirigentes e técnicos de associações empresariais e ainda outras pessoas que possam estar interessadas no tema.
As inscrições podem ser concretizadas até dia 18 de março, através de email (elsas.integrar@gmail.com) ou contacto telefónico (252 418 676) do GAEE – Gabinete de Apoio ao Emprego e Empreendedorismo.
Recorde-se que a Câmara Municipal da Trofa juntamente com a de Santo Tirso e em parceria com o CAID – Cooperativa de Apoio à Integração do Deficiente de Santo Tirso têm em desenvolvimento o Projeto In’Tegr@r desde 2011, que decorre integrado nos contratos locais de desenvolvimento social.
“Das várias ações previstas no âmbito deste projeto, o Empreendedorismo assume particular importância como impulsionador da economia local, através da consciencialização dos cidadãos para empreender e desenvolver a sua valorização pessoal e profissional”, avançou fonte da autarquia trofense.