A ausência prolongada de resposta de um senhor residente no Edifício S. Bartolomeu na Rua do Lousado, em S. Romão do Coronado, levou um familiar a pedir auxílio aos Bombeiros Voluntários da Trofa, na noite de quinta-feira, 4 de janeiro. Chegados ao local, os soldados da paz viram o seu trabalho dificultado pelas viaturas mal estacionadas, junto ao prédio, que impediam as manobras da autoescada e a tentativa de entrar em casa do homem por uma das janelas de mais fácil acesso.
Os bombeiros viram-se assim obrigados a prestar socorro mas pelas traseiras do prédio, levando mais tempo a chegar à habitação. Esta não é a primeira vez que a corporação da Trofa vê prejudicado o socorro neste edifício pela falta de civismo da população.
Apesar das dificuldades em aceder à habitação, tudo não passou de um susto, uma vez que o senhor se encontrava a dormir sob efeito de medicação.