sromao_pedroso

Um jogo pouco fluido, com muitas pausas e apitos à mistura, caracteriza bem o encontro entre o S.Romão e o Pedroso, no qual o visitante bateu o S.Romão por duas bolas sem resposta. José Carvalho, impossibilitado de estar no banco devido a castigo, orientou a equipa junto do público.

A segunda jornada entre o S.Romão e o Pedroso começou com o visitante a tentar conquistar um ascendente no jogo, mostrando-se para isso ambicioso nas investidas, mas perdendo eficácia no último terço do campo.

O golo inaugural deu-se aos dezoito minutos, quando Alexandre Birra concedeu uma grande penalidade ao Pedroso. O homem chamado a converter foi o capitão Bino, que assim colocou a sua equipa na frente do marcador.

Alguns minutos depois, o Pedroso construi um ataque bastante perigoso, mas a intervenção de Teixeira, em cima da linha de perigo, impediu mais um golo.

Após intervalo as equipas retomaram às quatro linhas a pressionar mais, impondo um ritmo mais dinâmico ao jogo.

Aos sessenta e seis minutos, uma falta cometida dentro da área do Pedroso sobre Teixeira deu ao S.Romão a possibilidade da conversação de penalty. Raul fez o remate que Nuno defendeu, acabando por embater na trave.

A faltarem cerca de cinco minutos para o apito final Folgosa comete falta sobre um adversário dentro da área da sua equipa. Além do vermelho directo exibido ao jogador, Bino bisou, estabelecendo assim o resultado final de 0-2.

Reportagem alargada na próxima edição de “O Notícias da Trofa”, quinta-feira nas bancas.