A demolição das antigas instalações das Máquinas Pinheiro, causou danos numa casa este sábado, no número 113, da Rua Luís de Camões. 

Parte de uma parede da fábrica caiu dentro da cozinha da habitação situada junto às instalações da antiga empresa, destruindo o telhados, e vários electrodomésticos. A casa ficou sem condições de habitabilidade. 

Nesta habitação moram três pessoas mas apenas uma se encontrava em casa no momento da ocorrência. 

Não houve feridos, mas os moradores estão muito preocupados. Há o risco de outras moradias contíguas à afetada, serem também afetadas pelas demolições, sendo que numa delas mora uma senhora com 83 anos.

“A Câmara Municipal assegurou já uma solução para as próximas noites e num futuro próximo vai uma habitação social a esta família [um casal com um filho] que já estava sinalizada pelos serviços sociais, sendo que constatamos, no local, que ficou de facto sem condições de habitabilidade na casa que utilizava”, disse o vereador da Proteção Civil da câmara da Trofa, Sérgio Araújo.

“Registaram-se danos patrimoniais apenas e felizmente, mas a situação está a ser toda acompanhada. A obra [de demolição] era do conhecimento da câmara e a empresa responsável está licenciada. É uma obra privada, sendo da responsabilidade da empresa garantir as questões de segurança”, disse Sérgio Araújo, vereador da Proteção Civil.

O vereador avançou, no entanto, que a autarquia “vai procurar averiguar as causas da queda do muro, conversando com a empresa e ouvindo os técnicos para perceber o que levou a este desfecho”.