quant
Fique ligado

Edição 440

S. Mamede inaugura lavadouros requalificados e parque infantil

Publicado

em

A Junta de Freguesia de S. Mamede do Coronado inaugurou na tarde de sábado, 21 de setembro, o restauro dos lavadouros de Covêlo e de Casal, bem como o Parque Infantil de Vila. Investimento total ronda os 26 mil euros.

Construído em 1963, o lavadouro situado no lugar de Covêlo, em S. Mamede do Coronado, era um espaço de tanques com água corrente, onde as mulheres iam lavar a roupa e aproveitavam para trocar dois dedos de conversa.

A Junta de Freguesia de S. Mamede do Coronado decidiu “recuperar” este lavadouro, assim como o que está situado no Casal. Os restauros foram inaugurados durante a tarde de sábado ao som do Agrupamento Musical Juventude em Força. Da população que esteve presente, houve crianças e seniores que não resistiram a passar a mão pela água.

José Ferreira, presidente da Junta de Freguesia, declarou que este ato demonstra que o executivo está “atento ao património que tem” e que tem “vontade de o conservar e, sobretudo, de colocá-lo ao dispor da população”. “Isto diz muito daquilo que éramos enquanto freguesia e enquanto comunidade. Os lavadouros públicos foram sempre um local onde as pessoas socializavam e conversavam, sabendo sempre das novidades”, denotou, declarando que fica a faltar o restauro dos lavadouros de Mendões e do Soeiro.

E como cada vez mais a “sociedade está muito fechada”, com “as pessoas a prenderem-se muito às televisões e aos computadores”, José Ferreira espera que a população comece a “socializar mais”, a “sair de casa, a conviver e a conhecer os vizinhos e as gentes mais próximas”. “Acho que enche de orgulho a própria freguesia e quem nos visita fica com a imagem de que nós preservamos aquilo que temos”, referiu.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 440

Festival de Concertinas atraiu multidão a Santa Eufémia

Publicado

em

Por

 

A Trofa foi na tarde de sábado, 21 de setembro, a capital das Concertinas e dos Cantares ao Desafio.

Atraídas pela música de improviso acompanhada pelas concertinas, muitas pessoas deslocaram-se ao Monte de Santa Eufémia, em Alvarelhos, para assistirem ao 14º Encontro de Tocadores de Concertina e Cantares ao Desafio.

“Centenas de tocadores e cantadores”, segundo dados da organização, animaram a tradicional festa de Santa Eufémia, onde acorreram muitos apaixonados por esta cultura popular. O público presente não resistiu às músicas e aos cantares e deu um pezinho de dança.

Esta é uma iniciativa da Câmara Municipal da Trofa, que continua a procurar “preservar as tradições e os costumes”, através destas “festas tradicionais e populares”.

O vereador do pelouro da Cultura, Assis Serra Neves, afirmou que os cantares de desafio e o festival são, “tal como o fado, uma cultura muito própria, neste caso, no Norte do país e, mais concretamente, do concelho da Trofa”. “À semelhança de outros anos, correu muito bem. Uma concentração muito especial, porque é muito vocacionada para este tipo de atividades e espero que o futuro executivo mantenha esta atividade, porque é uma bandeira do nosso concelho”, referiu.

Recorde-se que a tradição dos cantares ao desafio é comum a várias regiões e países do mundo. No século XX, no Norte Litoral português, este modo musical e poético de improvisação, começou a ser acompanhado com concertinas, tornando-se um ícone da musicalidade tradicional da região.

Publicidade
Continuar a ler...

Edição 440

Dojo Murakami do Muro recebeu encontro de karaté

Publicado

em

Por

 

“O encontro correu como se esperava, foi perfeito.” Este foi o balanço do mestre Arlindo Ferreira relativamente ao encontro de karaté que o Dojo Murakami da Associação Recreativa Juventude do Muro (ARJM) dinamizou durante a tarde de sábado, 21 de setembro.

Além de ter estado “praticamente” todos os alunos do Dojo da ARJM e da Póvoa de Varzim, também participaram os seus familiares, que “elogiaram” o trabalho desenvolvido pela coletividade e solicitaram a abertura de novos dojos (equivale a salas de treino) noutros locais. Arlindo Ferreira declarou que esse terá que ser um assunto “bem pensado”, mas que se aceitarem, as pessoas podem continuar a “depositar-lhes total confiança” para poderem “deixar os filhos”. “Já habituamos as pessoas a confiar, porque não desistimos. Exemplo disso é o Dojo da ARJM, que é o mais antigo do norte da Associação Shotokai de Portugal, que chegou a ter um grupo pequeno, mas não os abandonamos e valeu, porque felizmente estamos a crescer”, frisou.

O Dojo da ARJM recebe aulas de karaté-do Shotokai às, segundas, quartas e sextas-feiras, entre as 19 e as 21 horas, e aos sábados no Dojo da Póvoa de Varzim. Para mais informações ou até para se inscrever, pode fazê-lo nos dojos ou através do email (senseiferreira@sapo.pt) ou do telemóvel (911 102 689) do mestre Arlindo Ferreira.  

 

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);