quant
Fique ligado

Edição 440

Lino Maia candidato da coligação à União de Freguesias de Alvarelhos e Guidões

Publicado

em

 

Nas listas afixadas nas juntas de freguesia, Lino Maia substitui Joaquim Oliveira como cabeça-de-lista da coligação Unidos Pela Trofa à União de Freguesias de Alvarelhos e Guidões.

O cabeça-de-lista da coligação Unidos Pela Trofa, do PSD/CDS-PP, à União de Freguesias de Alvarelhos e Guidões foi substituído. Joaquim Oliveira deu lugar a Adelino Maia, conforme comprovam as listas que chegaram às juntas de freguesia na segunda-feira. Também a coligação já trocou os outdoors que estão pelas duas freguesias, surgindo agora Adelinoino Maia e, a seu lado, Joaquim Oliveira.

Recorde-se que o Tribunal de Santo Tirso determinou, em agosto, que a coligação indicasse um outro elemento para substituir Joaquim Oliveira como cabeça de lista por considerar que o mesmo era inelegivel.

Por seu lado, Tribunal Constitucional (TC) não aceitou o recurso interposto pelo mandatário da coligação, a contestar a impugnação do PS à candidatura de Joaquim Oliveira. Recorde-se que os juízes do TC invocaram um erro processual, justificando que o recurso devia ter sido dirigido, primeiramente, “ao juiz que proferiu a decisão”, ou seja, no Tribunal de Santo Tirso, e “só do despacho que decidir esta reclamação, é que é admissível a interposição do recurso para o Tribunal que se pretende impugnar”. “Tendo o recorrente deduzido logo para o Tribunal Constitucional da decisão de não admissão duma candidatura às eleições autárquicas, sem previamente reclamar da mesma para o juiz que a proferiu, não é este recurso admissível, pelo que o Tribunal Constitucional não pode conhecer do seu mérito”, refere o acórdão nº 491.

No dia 9 de setembro, deu entrada na comarca de Santo Tirso um auto de recurso em que o mandatário da coligação requeria “a reforma ou aclaração” da decisão proferida relativamente à inelegibilidade de Joaquim Oliveira mas as listas acabaram por ser afixadas com a alteração de cabeça-de-lista. Joaquim Oliveira passa a ser o número nove e Lino Maia toma o lugar de número um.

Durante o dia de quarta-feira tentamos, por diversas vezes, contactar Joaquim Oliveira para obter declarações, mas até à hora do fecho desta edição não obtivemos resposta.

Numa carta enviada à população de Alvarelhos e Guidões, Joaquim Oliveira refere: “Por razões muito estranhas, o Tribunal de Santo Tirso cometeu erros processuais na minha candidatura e do senhor Guilherme Ramos, a que o nosso mandatário jurídico concelhio é totalmente alheio, tendo o Tribunal Constitucional constatado o erro e validado a candidatura do senhor Guilherme Ramos, estando a minha candidatura ainda não validada”.

Publicidade

Joaquim Oliveira escreveu ainda que este processo “representa uma violência” para tudo aquilo em que acredita, “justiça e equidade entre todos os cidadãos”, e que “neste o processo momento encontra-se na entidade judicial adequada”. E, na “impossibilidade judicial”, de se poder candidatar, Joaquim Oliveira já anunciou o próximo passo: “Tenciono apresentar uma ação contra o Estado Português por danos e perdas sofridos e de um valor não inferior a um milhão de euros, cujo valor da indemnização reverterá na íntegra a favor da obra em construção do Lar, Centro de Dia e Creche, parada há quase quatro anos por vontade da Câmara Municipal da Trofa, liderada pelo PS de Joana Lima”.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 440

Festival de Concertinas atraiu multidão a Santa Eufémia

Publicado

em

Por

 

A Trofa foi na tarde de sábado, 21 de setembro, a capital das Concertinas e dos Cantares ao Desafio.

Atraídas pela música de improviso acompanhada pelas concertinas, muitas pessoas deslocaram-se ao Monte de Santa Eufémia, em Alvarelhos, para assistirem ao 14º Encontro de Tocadores de Concertina e Cantares ao Desafio.

“Centenas de tocadores e cantadores”, segundo dados da organização, animaram a tradicional festa de Santa Eufémia, onde acorreram muitos apaixonados por esta cultura popular. O público presente não resistiu às músicas e aos cantares e deu um pezinho de dança.

Esta é uma iniciativa da Câmara Municipal da Trofa, que continua a procurar “preservar as tradições e os costumes”, através destas “festas tradicionais e populares”.

O vereador do pelouro da Cultura, Assis Serra Neves, afirmou que os cantares de desafio e o festival são, “tal como o fado, uma cultura muito própria, neste caso, no Norte do país e, mais concretamente, do concelho da Trofa”. “À semelhança de outros anos, correu muito bem. Uma concentração muito especial, porque é muito vocacionada para este tipo de atividades e espero que o futuro executivo mantenha esta atividade, porque é uma bandeira do nosso concelho”, referiu.

Recorde-se que a tradição dos cantares ao desafio é comum a várias regiões e países do mundo. No século XX, no Norte Litoral português, este modo musical e poético de improvisação, começou a ser acompanhado com concertinas, tornando-se um ícone da musicalidade tradicional da região.

Publicidade
Continuar a ler...

Edição 440

Dojo Murakami do Muro recebeu encontro de karaté

Publicado

em

Por

 

“O encontro correu como se esperava, foi perfeito.” Este foi o balanço do mestre Arlindo Ferreira relativamente ao encontro de karaté que o Dojo Murakami da Associação Recreativa Juventude do Muro (ARJM) dinamizou durante a tarde de sábado, 21 de setembro.

Além de ter estado “praticamente” todos os alunos do Dojo da ARJM e da Póvoa de Varzim, também participaram os seus familiares, que “elogiaram” o trabalho desenvolvido pela coletividade e solicitaram a abertura de novos dojos (equivale a salas de treino) noutros locais. Arlindo Ferreira declarou que esse terá que ser um assunto “bem pensado”, mas que se aceitarem, as pessoas podem continuar a “depositar-lhes total confiança” para poderem “deixar os filhos”. “Já habituamos as pessoas a confiar, porque não desistimos. Exemplo disso é o Dojo da ARJM, que é o mais antigo do norte da Associação Shotokai de Portugal, que chegou a ter um grupo pequeno, mas não os abandonamos e valeu, porque felizmente estamos a crescer”, frisou.

O Dojo da ARJM recebe aulas de karaté-do Shotokai às, segundas, quartas e sextas-feiras, entre as 19 e as 21 horas, e aos sábados no Dojo da Póvoa de Varzim. Para mais informações ou até para se inscrever, pode fazê-lo nos dojos ou através do email (senseiferreira@sapo.pt) ou do telemóvel (911 102 689) do mestre Arlindo Ferreira.  

 

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);