Select Page

Quatro enlatados para ver Trofense-Portimonense

Quatro enlatados para ver Trofense-Portimonense


À semelhança do que aconteceu o ano passado, o Trofense associou-se à iniciativa solidária, a convite da Delegação da Trofa da CVP. “Desde a primeira hora que dissemos sim com toda a convicção e com toda a vontade de ajudar, prescindindo da bilheteira mas sentindo e sabendo que estes recursos vão ser aplicados junto daqueles que mais precisam e também faz parte da missão social que o clube tem de ajudar a sociedade onde esta inserido”, explicou o presidente do clube, Paulo Melro.
Desta forma, no domingo, pelas 15 horas, para assistir ao jogo basta trocar o habitual bilhete por quatro enlatados. “Achamos que poderia ser uma forma de angariar enlatados, para contribuirmos para os cabazes. Temos algum arroz ainda, portanto não havia necessidade de voltar a repetir exatamente os mesmo moldes na iniciativa, por isso os enlatados foi a forma que achamos mais interessante para este ano haver este contributo”, contou Daniela Esteves, presidente da Delegação da Trofa da CVP.
Em outubro, a CVP da Trofa passou a cantina social para o quartel da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa (AHBVT), para aumentar a capacidade de resposta em refeições quentes: almoço e entrega de sopas para o jantar.
O jogo que alia o espetáculo do futebol ao objetivo solidário é uma forma “diferente” de apoiar as “inúmeras famílias” que a Delegação apoia no concelho a nível de refeições já cozinhadas ou em géneros alimentares secos. “Durante o jogo vão haver atividades, que sem dúvida vão sensibilizar as pessoas para a nossa ação, e desta forma engrossar o número de pessoas que se associa à Cruz Vermelha”, salientou Daniela Esteves.
Para quem tem assegurado lugar anual e não tem de comprar bilhete, o presidente do clube lança o desafio para que colaboram na atividade. “Fazemos um apelo a todos que possam e queiram colaborar, à medida de cada um, que nos ajudem a ajudar, porque não é o Trofense que vai ajudar, é cada um de nós, com o seu contributo, que estará a tentar proporcionar uma alimentação mais saudável e muitas vezes a única refeição que algumas famílias têm”, apelou Paulo Melro.
Quem não quiser ou não tiver oportunidade de participar na iniciativa doando géneros, pode comprar normalmente o bilhete pelo preço normal, que reverterá para a CVP da Trofa em bens ou em dinheiro para a instituição gerir.

Trofense perdeu ponto
nos últimos minutos

Olhanense e Trofense encontraram-se no Estádio José Arcanjo, em Olhão, no domingo, 7 de dezembro, em jogo da 18.ª jornada da 2.ª Liga.
Um empate entre o Olhanense e o Trofense era o mais esperado, quando ao fechar do pano, os algarvios conseguem chegar à vantagem e tirar um ponto à equipa da Trofa.
Numa primeira parte de sentido único, o Olhanense obrigou o Trofense a remeter-se ao seu meio-campo, mas, apesar do domínio até ao intervalo, expresso no número de remates, as oportunidades de golo escassearam. O avançado uruguaio Mastriani foi o primeiro a tentar, mas as suas duas tentativas, aos seis e 16 minutos, saíram por cima, antes de Buval, com um remate de meia distância, fazer brilhar Rui Santos, guarda-redes do Trofense.
A evidente superioridade algarvia só garantiu, porém, uma verdadeira ocasião de perigo nos primeiros 45 minutos, com Buval, isolado, a permitir nova excelente defesa ao guardião dos forasteiros (34’).
O panorama manteve-se no início da segunda parte e Rui Santos voltou a estar em evidência, aos 54 minutos, defendendo um cabeceamento perigoso de Semedo, na sequência de um canto.
Com uma hora de jogo, o Trofense, que rematou pela primeira vez aos 64 minutos, aproveitou uma quebra do Olhanense e começou a surgir mais vezes no ataque, estando perto do golo aos 76 minutos, num “tiro” de Tiago ao poste direito.
Nos últimos minutos, o conjunto de Olhão ressurgiu e Femi Balogun esteve próximo do golo, num cabeceamento à barra, aos 85 minutos, acabando por marcar no minuto seguinte, numa emenda a um cruzamento rasteiro de Weldon.
O Trofense está em 23.º lugar, com 15 pontos, os mesmos que o lanterna vermelha Marítimo B. Este domingo, pelas 15 horas, a formação da Trofa recebe o Portimonense.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização