“Reconstruir o Emprego” foi o tema que Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do Partido Socialista pelo círculo eleitoral do Porto, e Ricardo Salabert, dirigente distrital do Bloco de Esquerda, abordaram na iniciativa “JS Café”, que se realizou na Confeitaria Miranda, no centro da cidade da Trofa, na noite de 20 de maio.
Esta ação é desenvolvida pela Federação Distrital da Juventude Socialista do Porto, com o objetivo de descentralizar a ação pelos 18 concelhos do distrito.
Durante mais de duas horas, os políticos mostraram que os dois partidos que representam “estão a desenvolver todos os esforços possíveis para recolocar Portugal nos patamares que desejamos”, afirmou fonte da Juventude Soclaista da Trofa, anfitriã da iniciativa.
E aproveitando o local escolhido para o debate, Tiago Barbosa Ribeiro não perdeu a oportunidade para acenar com uma das “bandeiras” do PS no Governo e assegurar que o IVA (Imposto de Valor Acrescentado) vai baixar na restauração.
O socialista referiu ainda que o executivo de António Costa vai implementar várias medidas como “o aumento do abono de família, aumento do salário mínimo nacional, a reposição das 35 horas semanais, a redução nas taxas moderadoras e o congelamento de propinas”.
“O combate aos recibos verdes e aos contratos de trabalho sem termo, o aumento do salário mínimo nacional, o combate à TSU (Taxa Social Única) e melhores condições de trabalho para os trabalhadores” foram as medidas que Ricardo Salabert anunciou como prioridades do Bloco de Esquerda.
Tiago Barbosa Ribeiro elogiou a escolha do tema do debate e da opção de juntar dirigentes políticos de partidos diferentes, defendendo que “este é o caminho a seguir pelos partidos”. “O diálogo, a concertação e a permuta de estratégias será fundamental para assegurar uma maior credibilidade perante os cidadãos”, acrescentou.
Já Ricardo Salabert destacou o facto de a iniciativa ter sido realizada fora das sedes partidárias, permitindo que “os eleitores se sintam mais próximos dos políticos”.
A Juventude Socialista da Trofa considera que “a iniciativa foi um êxito baseando-se no conhecimento que cada um dos presentes adquiriu e no entusiasmo que os jovens demostraram, quer pela adesão em massa quer pelas inúmeras questões que colocaram aos oradores”. Amadeu Dias, presidente da JS Trofa, acredita que “foi possível dotar os presentes de várias ferramentas e know-how que serão fundamentais para conhecer e transmitir a real situação do país, no que à reconstrução do emprego diz respeito”. “Uma das maiores satisfações, prende-se com o facto de promover uma iniciativa com uma participação plural de partidos políticos, um objetivo que todos os elementos da estrutura tinham. Acreditamos que, com este tipo de iniciativas, estamos a contribuir para a qualificação da nossa democracia”, concluiu.