O Trofense empatou, esta sexta-feira, com o Leixões, em jogo antecipado referente à quinta jornada da Liga Intercalar. O Leixões esteve a vencer com um golo de Tales, mas a equipa de António Conceição conseguiu igualar a partida com um tento de Milton do Ó.

   O complexo desportivo de Leça da Palmeira encheu-se para assistir a esta partida que, apesar de não ter tido um ritmo elevado, atraiu cerca de 500 adeptos, assinalando um dos jogos desta competição com maior assistência.

O Leixões foi a equipa mais objectiva nos primeiros 45 minutos, no entanto não aproveitou os lances ofensivos para ampliar a vantagem. Por seu lado, o Trofense apresentou uma equipa com poucos titulares, aproveitando para rodar os menos utilizados. António Conceição poderá ter tirado boas ilações desta partida, principalmente sobre Ribeiro. O ex-júnior, a central ao lado de Milton do Ó, rubricou uma exibição exemplar e mostrou grandes progressos desde o início da temporada.

Sob as indicações de António Pinto, a equipa leixonense entrou dentro de campo com uma postura superior e antes da meia hora de jogo já vencia, graças ao golo de Tales, na sequência de um cruzamento de Ricardo Jorge sobre o flanco esquerdo.

A resposta trofense surgiu aos 24 minutos num cabeceamento de Edu Souza que saiu ao lado da baliza defendida por Marco.

O Leixões podia ter saído para o descanso com um resultado mais volumoso, mas a eficácia faltou a Vieirinha, que isolado permitiu o corte de Ribeiro.

Depois do descanso, Paim e Rui Borges entraram na partida para melhorar o sector ofensivo. No entanto, o Trofense havia de chegar à igualdade por intermédio de um defesa. Milton do Ó aproveitou uma falha de marcação e rematou cruzado para o golo do empate.

Depois de restabelecida a igualdade ambas equipas dispuseram de alguns lances que poderiam dar golo, destacando-se do lado do Leixões, e sem Talles como referência no ataque, um cabeceamento de Livramento, que obrigou Vitor a defesa apertada, Reguila que, em excelente posição para marcar, permitiu a mancha de Diogo Paulo Sérgio que rematou para corte da defensiva leixonense em cima de linha de golo.

O último lance ofensivo da partida foi protagonizado por Jorge Gonçalves que, isolado e frente a frente a o guaridão Vitor, rematou de forma desajeitada.

O empate valeu dois pontos para cada equipa, visto que o regulamento da Liga Intercalar atribui um critério diferente às igualdades com golos. Este é também o primeiro jogo em que há divisão de pontos na Liga Intercalar.

 

António Conceição: "Jogadores tiveram um comportamento muito bom"

Em declarações à imprensa Toni desvalorizou a importância do empate, enaltecendo a exibição dos jogadores que "mesmo com uma sessão de treinos muito forte no dia anterior, responderam muito bem dentro de campo".

Relativamente ao reforço da equipa, Toni assegurou que a preocupação máxima do clube passa por contratar um avançado com qualidade: "temos um plantel extenso e não vamos contratar por contratar. Neste momento, necessitamos de um avançado e estamos no mercado".

 

António Pinto: "Resultado injusto pelo que a equipa fez na primeira parte"

Substituindo Carlos Brito, que assistiu à partida na bancada, António Pinto enalteceu a "a boa partida de futebol que se assistiu", mas considerou o resultado injusto: "merecíamos mais pelo que fizemos, mas falhámos na concretização algumas boas oportunidades". O técnico considerou que a primeira parte " foi totalmente dominada pelo Leixões, pois construiu ocasiões suficientes para ir para o intervalo com uma margem confortável", acrescentando que "o Trofense empatou e pouco ou nada fez para vencer".

O treinador acabou por reconhecer que a saída de Tales "acabou por retirar alguma clarividência no ataque" e lamentou que "os jogadores que entraram não se tenham encaixado e por via disso o ataque tivesse perdido algum fulgor".

Leixões: Marco, Nuno Diogo, Ricardo Jorge (Diogo Valente 66'), Joel (Ruben 45'), Paulo Vinicius, Vieirinha (Paulo Machado 78'), Marco Cadete, Livramento (Jorge Gonçalves 62'), Jorge Duarte, Nuno Amaro e Tales (Pedro Cervantes 45')

Treinador: António Pinto

Trofense: Vitor, Bessa, Fernando Dinis, Milton do Ó, Ribeiro (Vitor Martins 74'), André Barreto (Rui Borges 45'), Maia, Kika (Nuno Pinto 87'), Edu Souza, Vitor Hugo (Fábio Paim 45') e Reguila (Paulo Sérgio 62')

Treinador: Toni

Árbitro: Luciano Silva, Rui Campinho, Sérgio Baptista e Rui Ferreira

Cartões Amarelos: Nada a assinalar

Marcadores: Tales (20') e Milton do Ó (49')