O Paradela goleou o S. Romão na Taça Amizade, partida amigável organizada pela Associação Recreativa de Paradela.

  Actuam na mesma divisão, mas em séries diferentes. Paradela e S. Romão defrontaram-se, no passado domingo, para a Taça da Amizade, organizada pela Associação Recreativa de Paradela. O jogo realizou-se no Campo de Paradela e a equipa da casa venceu folgadamente o conjunto romanense por cinco bolas a zero.

O jogo começou com uma entrada mais forte dos homens da casa, perante um visitante que mostrava alguma dificuldade em adaptar-se ao terreno de jogo.

Decorridos onze minutos do apito inicial, Bruno aproveitou uma falha na defesa do S. Romão para fazer um "chapéu" a Ricardo, inaugurando o marcador a favor da equipa de Abílio Dias.

Passados cerca de seis minutos, a bola voltou a entrar nas redes do visitante, mas desta vez o tento teve assinatura de Pedro. A ganhar por um favorável 2-0, o Paradela persistia em avançar no terreno, enquanto o S. Romão tentava travar as investidas ofensivas do adversário.

Aos 26 minutos, pela marcação de um livre directo, Carlos teve no seu pé esquerdo a oportunidade de diminuir a desvantagem, mas o esférico passou por cima da trave da baliza do Paradela.

A "chapa três" surgiu pela entrada de Paulinho em direcção à baliza de Ricardo, que em excelente posição apenas precisou de um pequeno toque no esférico fazê-lo passar a linha de baliza.

Decorridos dois minutos do 3-0, uma bola na trave fez tremer as redes do visitante. A resposta surgiu aos trinta e oito minutos, com Rodolfo a ver a bola embater também na sua trave.

O intervalo trouxe bastantes mudanças na composição das equipas, face à entrada de muitos atletas suplentes.

Com energias recuperadas, o Paradela voltou a chegar à área do seu adversário e Gualter fez o quarto tento da partida.

Apesar da informalidade na arbitragem, o preparador físico do S. Romão, Leonardo Costa, foi convidado a retirar-se do banco por comentar alguma insatisfação com o decorrer do jogo.

O último golo da partida foi marcado por Ferraz, aos oitenta minutos, fixando o resultado em 5-0 favorável à equipa organizadora.

No final do encontro Sérgio Humberto, assessor para o Desporto da autarquia trofense, entregou a Taça aos vencedores, enquanto que o presidente do Conselho Fiscal da A.R Paradela, Amadeu Castro Pinheiro, entregou a taça de segundo classificado ao emblema romanense. O presidente da AR Paradela, José Ferreira, entregou as medalhas a todos os jogadores e à equipa de arbitragem.

 Em jeito de análise, Abílio Dias, treinador da equipa vencedora, afirmou ao NT que "foi um jogo de preparação. O resultado não será o mais importante neste jogo, mas sim analisar a actuação dos jogadores para o início da segunda volta. Na minha opinião fomos a melhor equipa em campo e por isso fomos um justo vencedor".

José Carvalho, técnico do S. Romão, referiu ter sido "mais um treino, onde o resultado foi o menos importante. O Paradela fez um bom jogo e tem bons jogadores".

O treinador da formação do S. Romão aproveitou para referir a saída de quatro elementos do plantel, a entrada de um novo jogador, vindo do Guilhabreu, e a subida de dois atletas do clube de escalões inferiores. "Os novos elementos estão a integrar-se bem e são bons jogadores. Vamos tentar fazer o nosso melhor no retorno ao campeonato", finalizou.

No próximo fim-de-semana as duas formações regressam às competições, indo o S. Romão visitar os Lusitanos Santa Cruz. Por seu lado, o Paradela viaja ao reduto do Zebreirense.

 

Taça da Amizade

Paradela: Mota, Ricardo, To Mané, Diogo, Rui, Becas, Cerqueira, Pedro, Paulinho, Luís Matos e Bruno

Suplentes: Rodolfo, Pedro Lopes, Ivo, Sérgio, António, Gualter e Ferraz

Treinador: Abílio Dias

S. Romão: Ricardo, Carvalho, Helder M., Pepe, Alex, Daniel, Cabaço, Carlos, Parreco, Vitó e Silva

Suplentes: João, Resende, Roger, Lobo, Raúl e Hélder

Treinador: José Carvalho

Resultado ao intervalo: 3-0

Resultado final: 5-0