Aula do Burro, Caminhada com Burros, teatro, cinema ao ar livre, música, exposição de fotografia, yoga, oficina de Orelhas de Burro, jogos populares e mostra de associações vão marcar a Zurra – Festa do Burro, que a APVC e a AEPGA – Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino vão dinamizar nos dias 14 e 15 de junho, no lugar do Paiço, em S. Mamede do Coronado.

As atividades começam a partir das 14 horas de sábado, havendo uma peça de teatro “ARRE – Peça para Dois Burros e Dois Actores” (16 horas) e uma aula de burro (17 horas). Já no domingo, pelas 9.45 horas há uma aula de yoga, para crianças e adultos, e uma caminhada com burros (10.30 horas), que, apesar de serem “grátis” são de “inscrição obrigatória”. Durante o dia vai decorrer um piquenique (13 horas), onde deve levar a sua merenda, uma bênção dos animais pelo padre Rui Alves (15 horas), uma aula do burro (15.30 horas) e a atuação do Grupo Danças e Cantares do Vale do Coronado (18 horas). Haverá ainda “intervenção artística em estilo pop” – ZURRAR-TE -, realizada “em formato de cartaz de rua, através da inserção de frases subversivas, irónicas ou sarcásticas em imagens existentes de burros”.

Deve-se inscrever para a aula de yoga ou na caminhada de burros, enviando um email (valedocoronado@gmail.com) ou uma mensagem o telemóvel (917 040 207), onde deve “indicar nome/localidade/email/número de telemóvel”.

Com a festa, a APVC pretende “levar o maior número de pessoas a fascinar-se pelo Burro, a compreender a sua importância social, cultural, económica e ecológica” e “revalorizar a imagem do Burro a nível nacional e, particularmente, a raça do Burro de Miranda, chamando a atenção para a necessidade de proteger esta raça autóctone, de forma a preservar um património genético único no nosso país”.