A comissão de festas do padroeiro S. Mamede, com o apoio da Associação para a Protecção do Vale do Coronado (APVC), realizou a caminhada “Trilho de Santiago-Coronado”, no dia 1 de junho. A APVC vai dinamizar nos dias 14 e 15 de junho uma festa dedicada ao Burro. 

“Muitos” foram os participantes que se concentraram na Praça 25 de Abril, no lugar de Trinaterra, em S. Mamede do Coronado, para redescobrirem o Trilho de Santiago, na freguesia do Coronado. O tiro de partida foi dado pelas 9 horas, tendo os caminheiros percorrido, “em duplo sentido, com oito quilómetros, S. Mamede e S. Romão”. “Ora agora vai para lá e agora vem para cá. A viragem ocorreu fora de portas, já nas ‘primeiras casas’ de Covelas”, contou fonte da associação.

A APVC mencionou que, entre março e abril de 2012, “as manhãs de domingo de alguns voluntários do Clube de Campismo da Trofa, da ACRABE e da APVC foram passadas a identificar e remarcar o Caminho de Santiago, no concelho da Trofa”, numa “extensão de 13,4 quilómetros, entre S. Mamede do Coronado e a Ponte da Lagoncinha”. “Ainda há gente do Coronado que ignora a passagem do Caminho de Santiago mesmo ‘à sua porta’. Mas, depois desta caminhada, mais gente ficou a conhecer esta importante referência turística e, seguramente, ‘aquelas setas amarelas’, pintadas aqui e ali, já não provocarão tanta estranheza ou, quiçá, deixarão de ser típicos rabiscos de miúdos”, reforçou.

Nesse sentido, a associação faz um balanço “deveras positivo”, em que “a solidariedade falou mais alto, tendo a comissão de festas conseguido amealhar uma simpática receita”.