Paróquia de Ribeirão recebe 500 escuteiros, no sábado, no sentido de “dar um forte impulso no arranque do novo agrupamento do CNE que está a surgir” na vila.

Cerca de 500 escuteiros estarão na paróquia de Ribeirão, no
sábado, 10 de março, numa iniciativa promovida pela Patrulha Corvo (conjunto das onze Paróquias onde se insere Ribeirão) e do núcleo do Corpo Nacional de Escutas de Famalicão. Os agrupamentos de Fradelos, Vilarinho das Cambas, Lousado, Cabeçudos, Esmeriz, Lagoa, Antas, Requião, Calendário, Santo Adrião e Brufe estarão representados nesta atividade que pretende “não só a partilha e o convívio entre os participantes, mas também dar um forte impulso no arranque do novo Agrupamento do CNE, que está a surgir em Ribeirão”, afirmou fonte da organização.

O programa inicia-se pelas 9.30 horas, com a concentração de todos os participantes junto à capela de Santa Ana e, depois da abertura oficial, cada secção seguirá os respetivos itinerários, levando a cabo as atividades propostas, que terão como imaginário, a famosa série de desenhos animados “Abelha Maia”.

Pelas 16.30 horas, depois de todas as secções terem trabalhado as seis áreas da pedagogia escutistas, regressam a Santa Ana (Patrona do novo Agrupamento de Ribeirão) para daí desfilarem até à Igreja Paroquial, onde terá lugar a eucaristia de encerramento, com a presença do chefe de Núcleo de Vila Nova de Famalicão e do chefe Regional de Braga. O Agrupamento de Ribeirão espera, com esta atividade, “motivar a população mais jovem
para integrar o escutismo, cujas primeiras inscrições terão lugar em Setembro próximo”.

{fcomment}