Ribeirão comemorou 25 anos de passagem a vila com atividades que envolveram as “forças vivas da terra e do povo”.

Um “quarto de século” é “um marco importante na vida de Ribeirão e dos ribeirenses”, como tal “uma data emblemática” que foi assinalada com diversas atividades.

“Celebrar um aniversário é sempre agradável, principalmente quando se reporta a um acontecimento importante para a vida de uma população”, confessou o presidente da Junta local, Adelino Oliveira. As comemorações foram “preparadas há já algum tempo”, para que “todos os pormenores fossem tratados com empenho e rigor”, e a Junta marcou “uma reunião em que todas as associações de Ribeirão foram convidadas a participar”, no sentido de que, como “forças vivas da terra e do povo ribeirense” pudessem participar com aquilo que os move.

O programa da festa das Bodas de Prata incluía vários eventos: uma Exposição de Trabalhos Artísticos e Fotografia de autores ribeirenses, uma caminhada “Pé ante pé por Ribeirão” onde um grande número de caminhantes se associou, uma “Noite Cultural”, onde foi possível apreciar um espetáculo musical, teatro e dança, uma “Noite Popular” onde o Folclore foi rei e outras atividades, que decorreram nos dias 2 e 3 de julho, como um concurso de pesca, uma concentração de motos antigas, o Juramento de Compromisso da 5ª escola de socorristas do Núcleo da Cruz Vermelha de Ribeirão. Para que “outras coletividades pudessem organizar jogos e outras demonstrações das suas especificidades” foram instaladas tendas na zona envolvente da sede da Junta de Freguesia.

Adelino Oliveira reconhece que, por ter sido elevada a vila, Ribeirão “passou a usufruir de um novo estatuto”, o que permitiu que, por exemplo, “a rede viária tenha vindo a ser melhorada. “Havia um grande número de ruas em terra, não havia distribuição de água, nem saneamento”, recordou o autarca.

“Somos uma Junta que se constituiu para acolher e servir todos os ribeirenses e só descansaremos quando todos tiverem iguais condições de habitabilidade. Assim, os projetos mais prementes e mais próximos para a nossa vila são a requalificação da Avenida Rio Veirão e a zona junto ao rio Veirão, a pavimentação de todas as vias ainda em terra batida, a cobertura da rede de água e saneamento da totalidade das habitações ribeirenses, mais parques infantis e a construção de um Auditório”, enumerou ainda o presidente da Junta.

{fcomment}