Abril significa mês da prevenção dos maus-tratos na infância. A Cruz Vermelha da Trofa, no âmbito do projeto “CLDS 4GIR”, lançou um desafio aos alunos do ensino pré-escolar e 1.º ciclo para sensibilizar a população relativamente a este flagelo que se agravou durante a pandemia.

As crianças que frequentam o ensino pré-escolar e o 1º ciclo do concelho foram os escolhidos para a campanha desenvolvida pelo CLDS 4AGIR, que queria, através de “uma mensagem positiva” – como é que o amor nos ajuda a crescer – sensibilizar toda a população. A coordenadora do CLDS da Trofa, Carla Lima, explicou ao NT e à TrofaTv que cerca de 1500 crianças foram desafiadas a “desenharem uma forma ou escreverem o que achassem por forma de amor ou de um crescimento saudável”. O resultado foram outros tantos corações, que se encontram expostos na sede da instituição, em Santiago de Bougado.

Carla Lima reforçou a importância deste projeto, numa altura em que os maus-tratos “se agravaram com a questão da pandemia”. “Mais do que nunca, é preciso sensibilizar a comunidade para este flagelo que, infelizmente, ainda está muito presente na comunidade, não só na Trofa, mas em todo o país”.
A coordenadora acredita que “se todos tivermos e dermos amor, se calhar, os maus tratos não existem”.
O coração pintado pelas crianças ia “junto com outro, que deixava um pouco da história do laço azul”, símbolo da efeméride, e continha os contactos dos “organismos competentes”, no caso de haver necessidade de reportar algum caso de abuso contra crianças.
A iniciativa pretende sensibilizar as pessoas para “um problema que existe e cuja denúncia é um dever de todos”.
A coordenadora do CLDS reforçou ainda a importância do papel das famílias, “para que cada vez mais percebam que, só com amor, é que as crianças, e todos, crescemos saudáveis e mais felizes”.