Foram os “pedidos” de “vários diretores, sócios e amigos do Bougadense” e a “vontade” de fazer mais pelo clube que fizeram André Fernandes avançar para a presidência da direção. O até agora vice-presidente e diretor desportivo da coletividade foi eleito a 3 de maio, na assembleia eleitoral, ao apresentar a única lista candidata.
André Fernandes mostrou-se convicto das suas capacidades em conseguir levar o Bougadense a patamares superiores e de conseguir que o clube alcance os vários objetivos a que propôs. “O meu projeto passa por melhorar a estrutura e fazê-la crescer de forma sustentada”, referiu, em declarações ao NT.
O plano para a equipa sénior “já começou há dois anos” e prossegue neste mandato, com o horizonte de conseguir “uma subida de divisão”.
Mas é na formação que será feita a grande aposta da nova direção. “É nas camadas jovens que vamos empenhar os nossos esforços. Para isso, conto com a ajuda do Pedro Carvalho, que tem já experiência adquirida no CD Trofense, e que já está a trabalhar para conseguir construir um departamento forte, com treinadores de qualidade”, revelou o novo presidente do Bougadense.
A acompanhá-lo na direção André Fernandes tem, além de Pedro Carvalho, como vice-presidente, Hilário Duque, também vice-presidente, Nuno Resende, como secretário, e Luís Maia, como tesoureiro.