O auditório do edifício sede da Junta de Freguesia de Bougado, em S. Martinho, recebeu a 4ª edição do Festival de Tunas da JSD da Trofa.

Foi em grande que começou a atuação das tunas convidadas para o 4º festival promovido pela Juventude Social Democrata (JSD) da Trofa, na noite de sábado, 14 de dezembro. A Estudantina de Braga, repetente na iniciativa, entrou com a música “Nesta Noite Branca”, num cenário recheado de “neve” – ou melhor, esferovite – que ajudou o público a entrar no espírito natalício. A ousadia valeu-lhe o prémio para Melhor Música de Natal do evento, no entanto, o grupo não se ficou por aqui, arrecadando também os prémios de Melhor Pandeireta, Melhor Instrumental e Melhor Tuna.

Antes, o grupo de Fados do ISEP (Instituto Superior de Engenharia do Porto) deu o mote para uma noite, que ainda contou com as performances da Tuna Académica de Enfermagem do Porto (Prémio de Melhor Solista), a Tuna de Farmácia do Porto (Prémio Melhor Estandarte) e a Oportuna – Tuna Académica de Ciências da Saúde – Norte (Prémio Tuna mais Tuna).

Além de possibilitar uma oferta cultural diferente da habitual, o festival – que também contou com a atuação da escola de ballet Passos de Dança – é realizado com um propósito mais importante: angariar alimentos para as famílias carenciadas. “Achamos que esta é a forma mais bonita, simples e profunda de fazer política, ajudando as pessoas mais necessitadas e aqueles que, por vezes, não sabemos que o são a terem um Natal tão bom ou melhor que o nosso”, explicou a presidente da JSD Trofa, Sofia Matos.

Os alimentos angariados, cerca de 400 kg, adiantou Sofia Matos vão ser entregues “às Conferências S. Vicente de Paulo de S. Martinho e Santiago de Bougado”, acrescentou.

A adesão do público esteve “dentro das expectativas”, enchendo o auditório como aconteceu nas edições transatas.

Os prémios, pratos pintados à mão, foram feitos pelos utentes do Lar Padre Joaquim Ribeiro.