O treinador do Trofense, Tulipa, considerou hoje que o clube da Trofa “tem condições para ganhar” na casa da Académica, em encontro da 21ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

O Trofense conseguiu o primeiro ponto do campeonato à sexta jornada, num empate caseiro (0-0) diante da Académica de Coimbra, recordando esse primeiro bom resultado, Tulipa garantiu que depois dessa má fase, houve uma “melhoria considerável”, sendo “imperativo” que a equipa continue assim.

“Perspectivamos que eram importantes os primeiros cinco jogos da segunda volta e nesses houve uma melhoria considerável. Nestas dez jornadas que faltam é imperativo que continuemos assim. Preparamos todos os jogos para ganhar, mas sabemos que, muitas vezes, conseguir pontuar é importante para o nosso objectivo”, disse Tulipa.

O trofense segue em 13º lugar com 18 pontos e não perde há três jogos (empates em casa com Naval e Estrela da Amadora e vitória, fora, frente ao vitória de Guimarães), estando dois lugares acima da linha de água e a apenas três pontos do seu adversário desta jornada (a Académica segue em 11º lugar com 21 pontos).

Recordando que as ausências de Hugo Leal e de Mércio no último encontro também foram lembradas, Tulipa mostrou-se satisfeito com o regresso dos médios, e também teceu elogios a David Caiado (avançado que regressou da Rússia onde estava à experiencia no Tarek Grozni) e Moustapha (reforço de Janeiro que esteve dois meses à espera do certificado internacional).

“Julgo que com o decorrer das jornadas, a equipa ganha uma identidade e cortando essa identidade, nomeadamente, faltando alguns atletas no meio campo, tudo se ressente. Além desses regressos temos outras boas dores de cabeça. O David tem trabalhado bem. O Moustapha é um jogador com um potencial muito grande e estamos contentes por ter essas opções”, analisou o treinador trofense.

Sobre a Académica, Tulipa referiu que se trata de uma equipa com “dois percursos diferentes”. “É uma equipa muito sólida no seu estádio e tem bastantes dificuldades fora de casa”, disse.

“A Académica torna-se uma equipa forte em casa, essencialmente, nos primeiros minutos de jogo. É uma equipa que entra muito bem nos jogos e tem jogadores muito rápidos. Temos de estar muito atentos e concentrados, o factor tempo também poderá funcionar como nosso aliado”, concluiu o técnico.

O jogo entre o Trofense e a Académica de Coimbra realiza-se domingo (16:00 horas), sob a arbitragem de Vasco Santos (AF Porto).