Select Page

Tubembal: há 20 anos a revolucionar no fabrico de tubos e cantoneiras de cartão

Tubembal: há 20 anos a revolucionar no fabrico de tubos e cantoneiras de cartão

A celebrar 20 anos de atividade, a Tubembal é prova viva de que, quando existe uma boa ideia industrial, se lhe dedicarmos tempo e dedicação, desbrava-se caminho para a afirmação no mercado global.

Se fosse necessário resumir a história Tubembal em três palavras, facilmente chegaríamos a estas: visão, estratégia e sucesso.
Com ADN trofense, rapidamente se depreenderia que o caminho trilhado por esta empresa tinha tudo para abraçar o êxito. Ao espírito empreendedor sobejamente reconhecido deste concelho, juntou-se a estratégia e a dedicação, traduzidas num crescimento económico e estrutural sustentado.

Tudo começou em 1999. O negócio foi montado num espaço de 1200 metros quadrados e a força de trabalho de dez pessoas, que resultava numa capacidade instalada de 2000 toneladas de tubos de cartão para a indústria têxtil, por ano. Era esta a área abastecedora por excelência do material produzido pela empresa trofense, mas rapidamente os responsáveis perceberam que era necessário contrariar a dependência de um só tipo de cliente e dar um passo em frente. Nesta fase, foi, de novo, determinante a visão estratégica, aliada ao conhecimento adquirido no mercado português e espanhol: era imperativo penetrar nos grandes clientes ibéricos, principalmente nos fabricantes de plástico e de papel, que até então importavam tubos e mandris de concorrentes espanhóis.

O passo dado foi a criação de uma sociedade anónima, quatro anos depois da fundação, com venda de 20 por cento do capital a um grupo americano, que detinha a maior fábrica da Península Ibérica de fabrico de cartão, a principal matéria-prima da fábrica trofense.

Uma jogada de mestre e um passo de gigante que obrigou à adaptação das condições infraestruturais. A Tubembal avança, por isso, para a construção de uma nova fábrica, moderna e devidamente habilitada para responder ao desafio: mais de 5500 metros quadrados apetrechados de novos equipamentos, capazes de multiplicar por dez a capacidade instalada, ou seja, para 12 mil toneladas.

A afirmação no mercado

Esse valor foi atingido em 2008, quando a empresa já empregava quase três dezenas de pessoas. O ano, ensombrado pela crise que se avizinhava, marca uma nova fase da empresa, que, para responder às procura do mercado ibérico e graças à coragem da administração, avançou com um novo investimento, cifrado nos três milhões de euros, que resultou na ampliação das instalações em mais 1500 metros quadrados e reforço da maquinaria. Foram criadas duas novas linhas produtivas, amparadas pela melhor tecnologia disponível no mercado.

Estava dado o derradeiro passo crucial para a afirmação da empresa no território ibérico. Graças a este investimento, a Tubembal é, atualmente, líder nacional e um dos três maiores fabricantes em toda a Península. Mais do que isso, é reconhecida pela qualidade do que produz, fama que goza um pouco por todo o mundo.

Atualmente a empregar 55 pessoas, a empresa da Trofa fabrica mais de 20 mil toneladas de mandris e cantoneiras de cartão, por ano, numa produção que se traduz num volume de faturação que supera os 12 milhões de euros.

O limite, porém, está longe de ser atingido. Com a aquisição do terreno contíguo às atuais instalações, a empresa já pensa em novos investimentos, para que, em 2025, a capacidade instalada atinja as 30 mil toneladas de tubos, mandris e cantoneiras de cartão e a faturação chegue aos 20 milhões de euros. O percurso perspetivado traduz-se num crescimento anual de dez por cento, durante cinco anos.

Mercado externo é cota importante na empresa

A internacionalização, iniciada em 2002, foi bem sucedida, principalmente no mercado espanhol e francês, tendo a empresa reforçado os contactos e a carteira de clientes noutros países.
Em 2016, o volume de exportações chegou aos 35 por cento. O próximo passo é ultrapassar, num futuro próximo, os 40 por cento.

O que distingue a Tubembal

O conhecimento das necessidades do mercado e o acompanhamento permanente e personalizado a cada cliente, graças a uma equipa comercial altamente especializada e comprometida, são pedra de toque que diferencia a Tubembal, que há muito atingiu a certificação ISO 9001 e, mais recentemente, a 14.001. Também o equipamento de elevada tecnologia, possibilita a produção e o controlo de qualidade, fundamentais para satisfazer as necessidades dos clientes.

A Tubembal dispõe de um moderno laboratório onde é efetuado todo o controlo do produto final em todas as fases do processo e ainda das matérias-primas. São controladas as características físico-mecânicas, como as de processamento e qualidade de acordo com os parâmetros estabelecidos.

Preocupação ambiental

Sensível às necessidades do planeta, a Tubembal projeta o futuro crescimento com a preocupação de também contribuir para a pegada ecológica, por isso, um dos compromissos da empresa é garantia de produtos sustentáveis e cem por cento recicláveis, versadas no sistema de gestão ambiental, que recebeu a certificação segundo o referencial ISO 14001:2015.

Mas é na mão de obra que se encontra o segredo mais precioso da empresa trofense, que tem como núcleo central os trabalhadores, sempre disponíveis, motivados e comprometidos com os objetivos da empresa. É nos recursos humanos que reside o grande potencial da Tubembal, sustentado, igualmente, por excelentes clientes em todas as áreas industriais.

Cronologia
1999 – A Tubembal é fundada por Aurélio Pereira, em parceria com Adriano Marques da Silva e com Rui Henriques.
2001 – A 27 de dezembro, a Tubembal é certificada pela norma UNE-EN ISO 9001:1994, sendo-lhe atribuído o número de certificado ER-1965/2001.
2002 – Ano de consolidação da empresa no mercado nacional e de início da sua internacionalização, com a expansão para Espanha.
2003 – A Tubembal torna-se numa sociedade anónima com o aumento de capital para 950.200 euros que coincide com a entrada de um novo acionista, Newark San Andrés (Sociedade Unipessoal). A empresa adquire uma estufa para controlo da humidade final.
2005 – Mudança para as novas instalações. Um novo pavilhão industrial, com aproximadamente 5.700 m2, que permitirá uma otimização de fabrico, uma melhor qualidade do produto final e o aumento de produção com o objetivo de transformar a Tubembal numa das maiores empresas da Península Ibérica.
2007 – No início do ano, a Tubembal aumenta a sua capacidade de produção para 1200 toneladas/mês com a aquisição de duas novas máquinas: uma espiriladora e outra de corte.
2011 – Iniciam-se as obras de ampliação da fábrica para aumentar a capacidade de produção e de armazenamento.
2012 – A Tubembal torna-se na maior empresa portuguesa no fabrico de tubos e mandris, uma das maiores da Península Ibérica, com uma capacidade instalada de 24.000 toneladas/ano, preparada para competir com o mercado mundial e conta, no seu parque de máquinas, com a melhor tecnologia disponível.

Tubembal em números

7500 m2 de área industrial
55 trabalhadores
12 milhões de euros de volume de negócios
35% volume de exportação
24.000 toneladas por ano é a capacidade de produção
60 toneladas por dia é a capacidade de secagem
5 linhas produtivas intensivas
2 linhas de corte
1 linha de polimento

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização