Em 2011, os trofenses produziram menos resíduos indiferenciados do que no ano anterior. Crise e consciência ambiental podem justificar resultados.

A Trofa produziu menos resíduos indiferenciados em 2011. Esta foi a conclusão da empresa municipal Trofáguas, que contabilizou uma redução de, aproxidamente, 2,25 por cento face ao período homólogo de 2010. No ano passado, produziram-se 15.847 toneladas de lixo indiferenciado (que não pode ser reciclado), enquanto no ano anterior tinham sido produzidos 16.211 toneladas. 

Diariamente, foram produzidos cerca de 43.416 quilogramas de resíduos, uma média de 1,1 quilograma por habitante no concelho. Segundo fonte da Trofáguas, “o ano de 2012 tem registado a mesma tendência do ano passado”, pois até agora “foram produzidas 7707 toneladas de resíduos indiferenciados, o que significa que nos primeiros 6 meses deste ano, cada munícipe produziu 1.07 quilogramas por dia”.

“Apesar de estes resultados serem comuns a nível nacional, uma vez que com a crise económica há uma redução do consumo por parte das famílias portuguesas, significam também que os habitantes do concelho da Trofa estão conscientes de que a redução na produção de resíduos é essencial para a construção de um ambiente sustentável para todos. Mas ainda há muito trabalho pela frente, e é necessário mudar e repensar as atitudes”, acrescentou. A mesma fonte apelou a “uma atitude de prevenção para a produção de resíduos e que, essencialmente, se recorra ao reaproveitamento e reutilização de resíduos”. 

{fcomment}