O C.D.Trofense venceu este domingo o Desportivo das Aves por duas bolas a uma, depois de ter estado a perder até ao intervalo. Fabio Paim e Valdomiro foram os marcadores de serviço, o primeiro aos 53 minutos e o segundo golo a ser marcado de cabeça, aos 86 minutos, carimbando assim a boa exibição dos homens da Trofa

 O Trofense entrou bem no jogo, conseguindo dominar nos primeiro 20 minutos, mas sem marcar, acabou por ser surpreendido pelo remate certeiro de Tatu que colocou o Aves à frente no marcador. Com o golo os atletas da equipa da Trofa ficaram "desnorteados" e não conseguiam impor—se a um Aves moralizado e com 100 por cento de eficacia, conseguindo marcar na primeira vez que foram à baliza do Trofense.

Na segunda parte  Toni fez entrar para o lugar de André Barreto Kazeem e logo nos primeiros minutos a forma de jogar da equipa da casa alterou-se.

O Trofense chegou à igualdade por intermédio de Fábio Paim que, aproveitando um erro do guardião Rafael, só teve de chutar a bola para o fundo das redes, restabelecendo a igualdade.

A equipa da trofa continuava a crescer e só o golo teimava em não aparecer, apesar de existirem algumas oportunidades flagrantes de golo. Primeiro foi Rui borges II, que entrou em substituição de Paim e logo na primeira jogada remata por cima da trave, depois foi Paulo Sérgio a rematar forte de fora da área mas a barra a travar de novo o golo dos da casa.

O Trofense vê-se obrigado a fazer uma substituição forçada, após lesão do capitão Maia (com uma grande exibição)  que cedeu lugar a Zamorano.

Mas seria a cabeça de Valdomiro a ditar o resultado final, a saltar mais alto que toda a gente, na área do Aves, e a fazer o resultado final, dando os três pontos à equipa de Toni.

 

No final do jogo , José Gomes, treinador do Desportivo das Aves  estava triste " por não ter conseguido hoje somar o primeiro triunfo na Liga Vitalis, mas, em alta competição, os erros pagam-se muito caros, como aconteceu esta tarde aqui frente ao Trofense. Conseguimos jogar como equipa ao longo do primeiro tempo e um erro infantil no início da segunda parte acabou por deitar por terra o nosso esforço, permitindo a reviravolta no marcador ao nosso adversário de hoje. Apesar deste mau início de campeonato, continuo a pensar que sou a solução para o Desportivo das Aves e espero ter possibilidades de o poder provar ao longo da competição".

 Já para Toni a vitória do Trofense " foi uma vitória justa da minha equipa, sobretudo pela exibição efectuada ao longo dos segundos quarenta e cinco minutos, altura em que dominamos em todos os capítulos e conseguimos dar a volta ao resultado a nosso favor. Durante o primeiro tempo fomos superiores até ao golo do nosso adversário, momento a partir do qual passamos por algumas dificuldades, num acusar em demasia o tento sofrido contra a corrente do jogo. Ao intervalo rectificamos e a que acabamos por entrar bem, conseguindo, com alguma felicidade o empate, partindo para uma segunda metade de bom nível, coroada com o segundo golo, repondo justiça no marcador, tendo em conta o que se passou dentro das quatro linhas. Tal como venho afirmando, esta minha equipa está a melhorar os seus índices de confiança e começa, por via disso, a apresentar um futebol mais agradável, mais consentâneo com o seu valor".

Resultados da quarta jornada:
Varzim-Vizela, 0-0
Rio Ave-Gil Vicente, 1-0
Beira-Mar-Penafiel, 1-0
Estoril-Praia-Freamunde, 3-2
Trofense-Desp. Aves, 2-1
Feirense-Fátima, 2-2
Gondomar-Portimonense, 0-0
Olhanense-Santa Clara, 2-2

Classificação:
1.º Santa Clara, 10 pontos
2.º Estoril-Praia, 9
3.º Beira-Mar, 9
4.º Varzim, 8
5.º Rio Ave, 8
6.º Trofense, 7
7.º Freamunde, 6
8.º Feirense, 5
9.º Fátima, 5
10.º Vizela, 5
11.º Olhanense, 5
12.º Gil Vicente, 4
13.º Portimonense, 3
14.º Gondomar, 1
15.º Penafiel, 1
16.º Desp. Aves, 0