O CD Trofense subiu ao terceiro posto da Liga Vitalis depois de este domingo vencer em Freamunde a equipa local por dois a zero, golos marcados por Rui Borges I e por Marcão na Propria baliza, depois de um bom trabalho de Edu Souza.

    O Freamunde averbou a sua terceira derrota consecutiva na prova, descendo para o 10º posto com seis pontos, enquanto o Trofense, que não perde desde a primeira jornada (derrota em Fátima por 2-0), ascendeu ao terceiro posto com 10 pontos, menos três que o comandante Santa Clara e dois que o Estoril-Praia, segundo classificado.

    A equipa visitante adiantou-se no marcador aos 37 minutos, através de Rui Borges, tendo Marcão, já no segundo minuto de descontos da primeira parte, marcado na sua própria baliza e dado maior vantagem ao Trofense.

    O Freamunde criou a primeira jogada de perigo logo aos 30 segundos, num lance em que Milton cruzou na esquerda para Traoré, que atirou ao lado.

    O primeiro golo da equipa da Trofa surgiu aos 37 minutos, na primeira ocasião clara de que dispôs: livre marcado na esquerda por Nuno Pinto, tendo a bola sobrevoado toda a área contrária e caído nos pés de Rui Borges, que só teve de encostar para a baliza. num lance que parecia perdido.

    O encontro permaneceu numa toada equilibrada, mas seria  o Trofense a marcar o segundo golo num lance de bola parada, no segundo minuto de compensações: novo livre de Nuno Pinto, agora na direita, tendo Edu Souza desviado de cabeça e Marcão introduzido na própria baliza.trofense-freamunde.jpg

    No segundo tempo, Jorge Regadas apostou tudo no ataque com a entrada do avançado Evandro e a saída do defesa Cuco, e o resultado foi um domínio total da equipa da casa, que remeteu o Trofense para a sua defesa.

    O Freamunde dispôs de várias ocasiões flagrantes para reduzir o marcador, nomeadamente por Bertinho e Bock, mas a jogar em contra-ataque também o Trofense podia ter ampliado o resultado, quando Pinheiro apareceu isolado face a Tó Figueira, a um minuto do fim da partida.

   

    Jogo disputado no Complexo Desportivo do SC Freamunde.

    Freamunde – Trofense, 0-2.

    Marcadores:

    0-1, Rui Borges, 37 minutos.

    0-2, Marcão, 47 (própria baliza).

   

    Equipas:

    – Freamunde: Tó Figueira, Cuco (Evandro, 61), Heslley, Marcão, Nelson, Brandão, Raviola, Traoré (Nemouthé, 46), Milton (Dany, 68), Bertinho e Bock.

    (Suplentes: Kiko, Coelho, Rui Costa, Miguel, Nemouthé, Dany e Evandro).

    – Trofense: Paulo Lopes, Maia, Milton do Ó, Valdomiro, Nuno Pinto, Pinheiro (Zamorano, 90), André Barreto, Rui Borges, Paulo Sérgio (Idalécio, 64), Edu Souza (Kazeem, 73) e Fábio Paim.

    (Suplentes: Vítor, Vítor Hugo, Rui Borges II, Kazeem, Zamorano, Idalécio e Cascavel).

   

    Árbitro: Augusto Duarte (Braga).

    Acção disciplinar: cartão amarelo para Traoré (32), Milton do Ó (43), Raviola (46+ e 87), Fábio Paim (63) e Nuno Pinto (67). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Raviola (87).