Um “hat-trick” de Reguila garantiu este domingo ao Trofense a vitória por 3-2 no campo do Freamunde, onde nunca perdeu na Liga de Honra em futebol, num jogo da 26.ª jornada interessante e com cinco golos, alguns de excelente execução.

O número 11 do Trofense foi a figura do encontro, ao marcar os três golos da sua equipa: apontou o primeiro numa iniciativa individual, aos 10 minutos, fez o segundo de livre direto, aos 39, e fechou a contagem num cabeceamento, aos 70.

Com este registo, Reguila isolou-se na lista dos melhores marcadores da prova, com 13 tentos, mais dois que João Silva, do Desportivo das Aves, que tem menos um jogo.

Após este jogo, o Trofense ascendeu ao sétimo lugar da classificação, por troca com o Gil Vicente, agora com 36 pontos, enquanto o Freamunde, com duas derrotas em casa consecutivas, mantém 32 e, embora esteja numa zona tranquila, pode perder várias posições na classificação.

Brandão e Luiz Carlos foram as novidades no “onze” do Freamunde, em substituição de Tarcísio e Marco Cláudio, enquanto Filipe Gonçalves e Jorge Luis regressaram à titularidade no Trofense, por troca com Romeu Ribeiro e Igor.

O jogo foi interessante e disputado, por duas equipas que se apresentaram em campo com a disposição de somarem os três pontos, numa toada de parada e resposta.

O Trofense entrou melhor e adiantou-se no marcador por Reguila, aos 10 minutos, num lance individual, mas o Freamunde respondeu bem e conseguiu a reviravolta no marcador, aproveitando alguma desconcentração contrária.

Emanuel, de fora da área, fez o empate com um grande golo, aos 19 minutos, e Marco Tiago, aos 34, consumou a reviravolta, na cobrança de uma grande penalidade a castigar falta na área do guarda-redes Marco sobre Emanuel.

Cinco minutos depois, aos 39, num lance importante para o desenrolar do jogo, Reguila restabeleceu a igualdade, na cobrança de um livre direto, voltando a destacar-se no segundo tempo, quando sentenciou o encontro num cabeceamento aos 70 minutos.

Neste período, essencialmente, o Trofense teve mais posse de bola e mais oportunidades de golo, fatores que facilmente ajudam a explicar o sucesso da equipa em Freamunde, onde somou a segunda vitória em outros tantos jogos para a Liga de Honra.

Jogo no Complexo Desportivo do Freamunde.

Freamunde – Trofense, 2-3.

Ao intervalo: 2-2.

Marcadores:

0-1, Reguila, 10 minutos.

1-1, Emanuel, 19.

2-1, Marco Tiago, 34 (grande penalidade).

2-2, Reguila, 39.

2-3, Reguila, 70.

Equipas:

– Freamunde: Tó Figueira, Raviola, Luís Pedro, Marco Tiago, Kika, Brandão (Nuno Silva, 73), Emanuel, Júnior Maranhão (João Paulo, 81), Luiz Carlos (Marco Cláudio, 61), Bock e Bertinho.

(Suplentes: Tiago Macieira, Cláudio, João Paulo, Barbosa, Pinto, Marco Cláudio e Nuno Silva).

– Trofense: Marco, Bruno Sousa, Varela, Cláudio, Jorge Luiz, Tiago, Filipe Gonçalves, Williams (Romeu Ribeiro, 78), Hélder Sousa, Licá (David Caiado, 95) e Reguila (Pedro Ribeiro, 92).

(Suplentes: Vítor, Igor, Pedro Ribeiro, Romeu Ribeiro, Moustapha, Maciel e David Caiado).

Árbitro: Pedro Henriques (Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Williams (30), Luís Pedro (31), Marco (34), Emanuel (43) e Jorge Luiz (43).

Assistência: Cerca de 400 espetadores.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***