trofenseestoril20112012

Edú e Zé Manel marcaram os golos da vitória do Trofense no terreno do Estoril-Praia, por 0-2, em jogo da 25.ª jornada da Liga de Honra em Futebol, que até foi dominado pelos anfitriões.

Ainda antes do jogo começar, o treinador Marco Silva teve de fazer alterações, Adilson ressentiu-se de um problema físico e foi substituído por Fabrício, que teve oportunidade de inaugurar o marcador de cabeça, aos 45+1 minutos, mas a bola saiu ligeiramente por cima da baliza defendida por Marco.

Numa primeira parte em as equipas se estudaram mutuamente, pertenceram ao Estoril-Praia as duas grandes ocasiões de golo, mas Gonçalo Santos, ao nove minutos, à entrada da pequena área, de costas para a baliza e já em desequilíbrio, não foi capaz de bater o guarda-redes do Trofense.

Os comandados de João Eusébio, que apostou numa disposição em “4-3-3”, apenas no início do segundo tempo conseguiram superiorizar-se, em termos de posse de bola, ao “4-2-3-1” dos pupilos de Marco Silva, fruto da movimentação do tridente atacante – Zé Manel, Feliz e André Carvalhas – mas foi num livre, cobrado por André Carvalhas, que o Trofense chegou ao golo, aos 55 minutos, após um ligeiro toque de Edú, que enganou o guarda-redes Vagner.

Com o nervosismo a tomar conta da assistência no Estádio António Coimbra da Mota e já com o avançado Rodrigo Silva em campo, que entrou para o lugar do lateral-direito Vítor Moreno, o Estoril-Praia passou a jogar com três centrais e encostou o Trofense ao último terço do terreno.

Mas, numa jogada de ataque rápido, a defesa “canarinha” foi surpreendida e um cruzamento de Edú levou a bola a entrar em contacto com a mão de Lameirão, já dentro da área. O árbitro Jorge Ferreira assinalou a respetiva grande penalidade, que foi convertida, aos 86 minutos, por Zé Manel, selando o resultado final.

Apesar da derrota, que se junta à igualdade da semana passada na deslocação ao terreno do Belenenses (2-2), o Estoril-Praia mantém a liderança da Liga de Honra, com 49 pontos, mais 15 que o Trofense, que ascendeu provisoriamente ao sexto posto da classificação e espera pelos deslizes, de Atlético (sexto com 34 pontos) e Penafiel (sétimo com 32), que defrontam, respetivamente, Moreirense e Portimonense, no domingo.


Fonte: Sapo notícias com lusa

{fcomment}

or SAPO Desporto c/ Lusa

A derrota não retira a liderança da Liga Orangina ao Estoril Praia.

Estoril Praia perde com Trofense

Edú e Zé Manel marcaram hoje os golos da vitória do Trofense no terreno do Estoril-Praia, por 2-0, em jogo da 25.ª jornada da Liga de Honra em Futebol, que até foi dominado pelos anfitriões.

Ainda antes do jogo começar, o treinador Marco Silva teve de fazer alterações, Adilson ressentiu-se de um problema físico e foi substituído por Fabrício, que teve oportunidade de inaugurar o marcador de cabeça, aos 45+1 minutos, mas a bola saiu ligeiramente por cima da baliza defendida por Marco.

Numa primeira parte em as equipas se estudaram mutuamente, pertenceram ao Estoril-Praia as duas grandes ocasiões de golo, mas Gonçalo Santos, ao nove minutos, à entrada da pequena área, de costas para a baliza e já em desequilíbrio, não foi capaz de bater o guarda-redes do Trofense.

Os comandados de João Eusébio, que apostou numa disposição em “4-3-3”, apenas no início do segundo tempo conseguiram superiorizar-se, em termos de posse de bola, ao “4-2-3-1” dos pupilos de Marco Silva, fruto da movimentação do tridente atacante – Zé Manel, Feliz e André Carvalhas – mas foi num livre, cobrado por André Carvalhas, que o Trofense chegou ao golo, aos 55 minutos, após um ligeiro toque de Edú, que enganou o guarda-redes Vagner.

Com o nervosismo a tomar conta da assistência no Estádio António Coimbra da Mota e já com o avançado Rodrigo Silva em campo, que entrou para o lugar do lateral-direito Vítor Moreno, o Estoril-Praia passou a jogar com três centrais e encostou o Trofense ao último terço do terreno.

Mas, numa jogada de ataque rápido, a defesa “canarinha” foi surpreendida e um cruzamento de Edú levou a bola a entrar em contacto com a mão de Lameirão, já dentro da área. O árbitro Jorge Ferreira assinalou a respetiva grande penalidade, que foi convertida, aos 86 minutos, por Zé Manel, selando o resultado final.

Apesar da derrota, que se junta à igualdade da semana passada na deslocação ao terreno do Belenenses (2-2), o Estoril-Praia mantém a liderança da Liga de Honra, com 49 pontos, mais 15 que o Trofense, que ascendeu provisoriamente ao sexto posto da classificação e espera pelos deslizes, de Atlético (sexto com 34 pontos) e Penafiel (sétimo com 32), que defrontam, respetivamente, Moreirense e Portimonense, no domingo.