Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) deu hoje a conhecer os 14 clubes das duas ligas profissionais, Bwin e Vitalis, com salários em atraso e, também, aqueles que têm as contas em dia.

Entre os clubes de boas contas estão o Aves e o Beira-Mar, que desceram à Liga de Honra, facto que o  presidente do sindicato, Joaquim Evagelista, lamentou, dado que, na sua opinião, punidos com descidas de divisão devem ser os clubes que não cumprem as suas obrigações, nomeadamente em relação aos seus profissionais.

Clubes de boas contas, de acordo com o sindicato, no principal campeonato, foram o FC Porto, Sporting, Benfica, Braga, Belenenses, Leiria, Paços de Ferreira, Beira-Mar e Aves e na Liga de Honra. Leixões, Guimarães, Olhanense, Portimonense, Gondomar, Feirense, Vizela, Trofense e Rio Ave.

Entre os maus pagadores, na Bwin, aparecem o Setúbal, Boavista, Estrela da Amadora, Marítimo, Nacional, Académica e Naval e na Liga Vitalis o Chaves, Santa Clara, Estoril, Penafiel, Olivais e Moscavide, Varzim e Gil Vicente.

Em declarações à "Antena 1" da "RDP", Joaquim Evangelista, presidente do SJPF, afirmou, referindo-se ao Aves e Beira-Mar, ser uma "injustiça que clubes que pagam atempadamente aos seus profissionais tenham sido despromovidos e outros que o não fizeram continuem nos campeonatos principais".

Evangelista disse ainda que o sindicato trabalha no sentido de vir a ser promulgada legislação que puna os clubes incumpridores.

Fonte: O Jogo.