gil-trofense

O Gil Vicente goleou este sábado o Trofense por 4-0, na 15.ª jornada da Liga de Honra de futebol, voltando aos triunfos no Estádio Cidade de Barcelos após quatro meses e terminando um ciclo de sete jogos sem ganhar.

Com este triunfo, os gilistas quebraram um jejum de quatro meses sem vencer em casa (3-0 ao Sporting da Covilhã a 30 de Agosto). A última vez que a equipa de Rui Quinta tinha garantido a conquista dos três pontos foi à oitava jornada, na visita ao Feirense.

Um golo de Rodrigo Galo, aos sete minutos, catapultou a equipa de Barcelos para uma exibição de bom nível, criando muitas dificuldades a um adversário que na primeira parte não fez um único remate à baliza de Márcio Ramos.

Aos 28 minutos, Ginho derrubou Césinha dentro de área, originando a grande penalidade que o avançado brasileiro aproveitou para dilatar a vantagem para 2-0.

A dupla atacante dos locais, formada por Rui Pedro e Césinha, funcionou em pleno e o terceiro golo apareceu em cima do intervalo, já em período de compensação, após um bom trabalho de ambos que o segundo concretizou, bisando no jogo.

Mas o Trofense reagiu com determinação no início da segunda parte, obrigando os donos da casa a recuar no terreno.

O perigo rondou a baliza gilista, mas aos 57 minutos a descompensação defensiva acabou por ser fatal aos visitantes, já que, num contra-ataque, Rodrigo Galo desmarcou Rui Pedro para o quarto golo.

A quebra anímica dos homens da Trofa foi evidente e isso notou-se na atitude de Bruno Sousa, que, aos 84 minutos, agrediu Hugo Vieira e foi expulso.

O Gil Vicente acabou por controlar o rumo dos acontecimentos até final, vencendo confortavelmente uma partida na qual tudo lhe correu de feição.

Gil Vicente – Trofense, 4-0.

Jogo no Estádio Cidade de Barcelos.

Ao intervalo: 3-0.

Marcadores:

1-0, Rodrigo Galo, 07 minutos.

2-0, Césinha, 28 (grande penalidade).

3-0, Césinha, 45+1.

4-0, Rui Pedro, 57.

Equipas:

– Gil Vicente: Márcio Ramos, Paulo Arantes, Sandro, Kiko, João Cardoso, Bruno Madeira, Pedro Moreira, Duarte (Alexandre Camargo, 83), Rodrigo Galo, Césinha (Hugo Vieira, 74) e Rui Pedro (Alexandre Matão, 88).

(Suplentes: Hugo Marques, Daniel, João Martins, Alexandre Camargo, Hugo Vieira e Alexandre Matão).

– Trofense: Riça, Bruno Sousa, Nuno Mendes (Reguila, 32), Ginho, Jorge Luiz, Romeu Ribeiro, Tiago (David Caiado, 69), Mércio, Filipe Gonçalves, Williams e Silas (Charles Chad, 60).

(Suplentes: Marco, Hélder Sousa, Reguila, Thiago Bento, Charles Chad, Igor e David Caiado).

Árbitro: João Ferreira, de Setúbal.

Acção disciplinar: cartão amarelo para Ginho (28), Sandro (29), Silas (32) e Paulo Arantes (34). Cartão vermelho directo para Bruno Sousa (84).

Espectadores: cerca de 1050.