trofense-nacional2

 

O Nacional reforçou hoje a sua posição “europeia” na Liga portuguesa de futebol, ao vencer no terreno do Trofense, por 2-1, com um “bis” de Nené, o que lhe permitiu isolar-se no quarto lugar à passagem 24ª jornada.

No jogo que encerrou a ronda, a equipa da Madeira tirou o melhor partido do empate que o vizinho e rival Marítimo obteve sexta-feira, no campo do Sporting de Braga (1-1), que à Choupana na próxima jornada na condição de quinto classificado e com o Leixões à espreita.

 

O brasileiro Nené, que marcou as 13 e 34 minutos, continua a liderar a lista de melhores marcadores, agora com 17 golos, tendo reposto a diferença para o mais directo perseguidor, o compatriota Liedson, do Sporting, que também bisou nesta jornada.

O Trofense, a quem o golo de Hugo Leal (78) nada valeu, somou o quinto jogo consecutuvo sem ganhar e ficou na zona de despromoção (15º), apenas acima do Rui Ave, “empurrado” por um Belenenses que ganhou algum fôlego com o triunfo caseiro sobre o Vitória de Setúbal (2-1).

A 24ª jornada, maioritariamente disputada sábado, ficou marcada pela derrota do Benfica, em casa, com a Académica (1-0), que praticamente afastou as “águias” da luta pelo título, agora resumida ao líder FC Porto, que bateu o Estrela da Amadora (3-0), e ao Sporting, que se impôs à Naval (3-1), mantendo-se a quatro pontos do tricampeão.

No Estádio da Luz, os “estudantes”, mesmo reduzidos a 10 elementos no derradeiro quarto-de-hora, conservaram a vantagem mínima, conseguida pelo ganês Tiero, aos 23 minutos, e alcançaram a primeira vitória fora de casa nesta prova, quase garantindo a manutenção, enquanto os “encarnados” têm agora oito pontos de atraso para o FC Porto.

No Estádio José Alvalade, o Sporting seguiu na corrida pelo campeonato, depois de bater a Naval 1º de Maio, por 3-1, com uma assistência para Pereirinha (13) e um “bis” do brasileiro Liedson (27 e 94).

A quatro dias de voltar a defrontar o Manchester United, nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, no Estádio do Dragão, Bruno Alves inaugurou o marcador, aos 29 minutos, e o argentino Farias marcou os outros dois tentos dos “azuis-e-brancos”, aos 58 e 65 minutos, num 12º jogo seguido sem derrotas em todas as provas.

O Leixões, após quatro derrotas, regressou aos triunfos, vencendo em casa o “lanterna vermelha”, Rio Ave, por 1-0, com um golo de Diogo Valente (48), e está a três pontos do primeiro lugar europeu, ocupado pelo Braga.

O Belenenses também voltou aos triunfos nove partidas depois, vencendo o Vitória de Setúbal, por 2-1, mas só goza de um ponto de vantagem sobre a equipa da Trofa, a primeira nos dois lugares de despromoção.

 Classificação

PosClubePts
1Porto54
2Sporting50
3Benfica46
4Nacional42
5Braga41
6Leixões38
7Marítimo36
8Académica31
9V.Guimarães31
10E. Amadora27
11P. Ferreira24
12Naval24
13V.Setúbal22
14Belenenses20
15Trofense19
16Rio Ave17