O Santa Clara e o Trofense empataram este domingo a zero nos Açores, em encontro da 33.ª jornada da 2.ª Liga, com a equipa da casa a estar melhor na primeira parte e os forasteiros na segunda. As duas equipas continuam, assim, separadas por dois pontos, o Santa Clara no 19.º lugar, com 35, e o Trofense um abaixo, no 20.º, com 33 pontos.

Na primeira parte, o Santa Clara teve as melhores oportunidades para chegar ao golo, sendo que Porfírio Amorim foi obrigado a fazer a primeira substituição aos 21 minutos, devido a lesão de Tiago Portuga, que sofreu uma entrada dura de Malafaia.

Hugo Santos podia ter inaugurado o marcador aos 10 minutos, na sequência de um livre, mas, quando surgiu ao segundo poste, não conseguiu melhor do que atirar a bola por cima da trave.

Cerca de dez minutos depois, foi Pedro Cervantes que desperdiçou a oportunidade marcar, num remate frontal rasteiro que saiu ao lado do poste direito da baliza do Trofense.

O Trofense regressou mais afoito para a segunda parte, frente a um Santa Clara adormecido e que só por sorte acabou por não sofreu qualquer golo.

Logo à entrada da segunda parte, Hélder Sousa deixa o aviso aos anfitriões, num remate cruzado, valendo a atenção de Serginho, para desviar a bola com a mão. Serginho voltou a salvar a honra do Santa Clara, primeiro aos 76 minutos, numa defesa com os pés ao remate forte e tenso de Preciado, e, depois, aos 79, numa grande defesa ao remate forte de João Jesus, que surgiu isolado na esquerda.

 

O único lance do Santa Clara, neste segundo tempo e que podia ter mudado o destino do jogo, foi o cabeceamento perigoso de JP, já em tempo de descontos, mas que saiu ao lado da baliza.

Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

Santa Clara – Trofense, 0-0.

Equipas: – Santa Clara: Serginho, Paulo Arantes, Sandro, Accioly, Igor, Seddiki, Pacheco, Pedro Cervantes (Mike, 82), Malafaia (Diego, 55), Hugo Santos e João Pedro (JP, 70). 
(Suplentes: Hugo Viveiros, Jefferson, Tiago Leonço, Miguel Lourenço, JP, Diego e Mike). 
Treinador: Horácio Gonçalves.

– Trofense: Diogo Freire, Tiago Mesquita, Dennis, Matheus Zouain, Tiago Portuga (João Jesus, 21), Marcelo (Jorge Inocêncio, 90+1), Nanissio, Preciado, Rateira, Helder Sousa e Bryan Riascos. 
(Suplentes: Conrado, Márcio, João Jesus, André Viana, Richard Caicedo, Neves e Jorge Inocêncio).

Treinador: Porfírio Amorim. Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Hugo Santos (12), Pedro Cervantes (21), Nanissio (22), Preciado (58), Rateira (84), Pacheco (86) e Igor (90+1). Assistência: 482 espetadores.

C/Lusa ::: Foto – Eduardo Resendes