quant
Fique ligado

Edição 572

Trofense em 2.º lugar no concurso “Uma Aventura Literária”

Publicado

em

Entre 14.064 trabalhos, mais 3786 do que em 2015,  a aluna da Escola Básica de Paradela, Maria João Alho, conseguiu ter um dos melhores. Eram cinco as categorias a concurso: texto Original, Crítica, Desenho, Teatro e Olimpíadas da História. Maria Alho concorreu na categoria de crítica, com um texto sobre “Uma Aventura na Pousada Misteriosa”.  A professora que acompanhou Maria João, Marinha Santos, considera que a aluna “se dedicou” e escreveu um texto “muito sucinto, mas muito direta, usando vocabulário bastante desenvolvido e com poucas palavras, sem repetir ideias mencionadas na obra”. “Fico feliz por mim e pela turma, porque a Maria deu um gosto à turma, dá nome à Escola de Paradela, ao Agrupamento, aos trofenses e à Trofa”, acrescentou a professora Marinha. A professora, que ficou emocionada e feliz com a notícia, adiantou ao jornal O Notícias da Trofa (NT) que a próxima obra das autoras da saga “Uma Aventura” vai conter “a crítica e a fotografia da Maria”, sendo isto “um privilégio para os pais e para si”. Para Maria João Alho isto “é um sonho realizado”.
Maria João Alho considerou esta “Aventura na Pousada Misteriosa” interessante. A aluna confidenciou ao NT que enquanto “lia o livro parecia que também era uma personagem”. Na sua crítica englobou pormenores da história como os “falsificadores de moedas antigas”, as características das personagens e sua experiência como leitora. Maria João Alho “não esperava” o segundo lugar na classificação final, mas acha que o seu texto “tinha um bom desenvolvimento e boas características das personagens”. Para participar Maria João contou com o apoio da professora Marinha Santos que a “apoiou muito” e que considera “muito meiga e inteligente”.
Quando recebeu a notícia pensou “que era um sonho e que não era verdade”. Uma verdade que valeu a Maria João Alho o reconhecimento do seu trabalho com um segundo lugar num concurso nacional. A aluna da Escola de Paradela deixa um conselho a todos os colegas: “Persigam os vossos sonhos”. “Mesmo que tenham um obstáculo, têm que o derrotar. Os vossos sonhos não têm limites”, completou.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 572

Petisqueira de Finzes a experiência da cozinha tradicional (c/video)

Publicado

em

Por

Com a aproximação das datas festivas como comunhões e batizados, muitos equacionam os locais onde juntar a família para celebrar mais uma data importante. O restaurante A Petisqueira de Finzes é uma opção válida para aqueles que querem bom serviço a preços convidativos.
A sala, com capacidade para 120 pessoas, sofreu algumas obras de melhoramento e o conforto e atendimento de excelência continuam a ser os valores que regem o serviço da Petisqueira para o dia a dia ou para os dias especiais, como comunhões, batizados, aniversários ou outras festas de grupo.
Da cozinha da Petisqueira saem para a mesa várias especialidades gastronómicas, principalmente as tradicionais, como o arroz de sarrabulho, o polvo à lagareiro, o bacalhau à petisqueira, a posta à mirandesa, o bife do vazio e o cabrito no forno. E também há francesinha especial, posta à Casa, arroz de pato e miminhos grelhados, sempre acompanhados dos melhores vinhos.  Segundo o gerente, Armindo Aguieiras, o bacalhau é uma das “estrelas” da ementa, mas, para alcançar outros paladares, a Petisqueira apostou também no frango churrasco e costelinha.
A experiência de vários anos de Armindo Aguieiras e restante equipa na área dá garantias do melhor serviço na Petisqueira de Finzes.
Além do serviço à carta e ementas especiais ao fim de semana, o restaurante serve diárias aos melhores preços e sempre com garantia de qualidade. E para quem quiser provar os sabores deste espaço no conforto do lar, pode optar pelo serviço take away, durante toda a semana.

Continuar a ler...

Edição 572

Maria Oliveira lança segundo livro

Publicado

em

Por

Foi num clima intimista que Maria Oliveira lançou o segundo volume do livro “Um Ano”. Familiares, amigos e alguns anónimos marcaram presença no auditório da Associação Empresarial do Baixo Ave para conhecer a nova obra da autora trofense, cuja coragem para escrever começou durante a recuperação de um problema de saúde. A sessão contou com a animação musical da Escola de Música e Artes da Trofa.
O romance conta a história de Michelle, filha de pais portugueses emigrados na Suiça, que vem viver sozinha para Portugal aos 18 anos. Aí conhece um homem mais velho, com quem se envolve. A trama desenvolve-se em torno da diferença de idades e dos diferentes níveis de maturação das personagens. Este é o início do novelo que se desenrola em dois volumes. O segundo livro já foi escrito entre viagens de trabalho, nos tempos livres nos hóteis e terminado no aeroporto de Genève.
As obras, editadas pela Chiado Editora, são a concretização de “um sonho” de Maria Olvieira, que reconhece que “foi difícil de concretizar” e “totalmente custeado” por ela própria.
A convite da editora, a escritora trofense vai estar, no dia 28 de maio, na Feira do Livro de Lisboa para uma sessão de autógrafos. Em junho, lança um novo livro: “Are you with me?”. Já em setembro, Maria Oliveira vai apresentar a obra, em São Paulo, na Bienal do Brasil.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);